Menos que Nada, produção brasileira que retrata a vida de um esquizofrênico, estreia no Lifetime Movies


ESTREIA - 21/02, domingo, às 23h30

Nesse domingo o Lifetime Movies estreia a produção brasileira Menos que Nada, dirigida por Carlos Gerbase. Baseado num conto austríaco, o filme aborda o contraste entre a rigidez da ciência e a humanização do paciente, com um viés psicanalítico em clima de suspense.

Dante (Felipe Kannenberg) é um doente mental que está internado em um hospital psiquiátrico. Ele foi diagnosticado com esquizofrenia e não fala com ninguém ou recebe visitas. O sujeito desperta a atenção da Dra. Paula (Branca Messina), uma jovem residente que decide tratar dele após acompanhar um de seus surtos no pátio do hospital. Procurando desvendar as relações sociais do paciente, a médica decide colher uma série de depoimentos de pessoas que conviviam com Dante antes do tratamento. À medida que as peças entram em cena, a Dra. Paula passa a montar o que ela considera um verdadeiro quebra-cabeça emocional, para tentar descobrir o que causou tanto dano ao seu paciente.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.