Animal Planet exibe o "Especial Mês da Terra", com viagem ao mundo selvagem


Em abril, mês no qual é comemorado o Dia da Terra, o Animal Planet celebra a biodiversidade e emite um chamado à preservação com o ESPECIAL MÊS DA TERRA. Da China à Venezuela, dos Estados Unidos ao Oriente Médico, as câmeras viajam pelo planeta, captando em detalhes a riqueza da vida selvagem nos diferentes ecossistemas.
A programação temática vai ao ar nas sextas-feiras do mês, sempre às 19h30. Dos dias 1o ao 29 serão exibidos, em sequência, episódios das séries documentais ORIENTE MÉDIO SELVAGEM (Wildest Middleast), PLANETA MUTANTE (Mutant Planet), INDOCHINA SELVAGEM (Wildest Indochina), AMÉRICA DO NORTE (North America), e AMÉRICA LATINA SELVAGEM (Wildest Latin America), nesta ordem.
O alerta de RACING EXTINCTION - VIDA EM EXTINÇÃO (Racing Extinction), documentário dirigido por Louie Psihoyos, é o destaque do dia 22, o Dia da Terra, às 23h10. O documentário já exibido em dezembro expõe a iminência daquela que seria a próxima extinção em massa – e as atitudes individuais para preservação do meio ambiente como o princípio de uma solução que atinja escala global. O diretor  investiga as entranhas do tráfico de animais selvagens para denunciar a iminência da primeira extinção em massa provocada pela ação humana – quando toda a biosfera pode colapsar. A missão é expor o submundo do tráfico de espécies ameaçadas e de registrar os esforços para evitar que a humanidade seja responsável pelo fim da biosfera que evoluiu ao longo de bilhões de anos.
A série ORIENTE MÉDIO SELVAGEM abre o bloco especial, sempre às 19h30. No episódio do dia 1o, as câmeras revelam as peculiaridades da Turquia.  A intensa atividade tectônica ajudou a moldar a vida selvagem do país, abrigada em montanhas e encostas que se erguem entre o Mar Negro e Mediterrâneo, entre Europa e Oriente Média. Lá, as variações de clima e altitude definem um contraste único de habitats.
Em seguida, às 20h30, o PLANETA MUTANTE entra em cena com pistas do processo evolutivo que resultou em um mundo animal intrigante e, por vezes, bizarro. A Índia inicia a jornada no ESPECIAL MÊS DA TERRA a partir da cordilheira dos Gates Ocidentais. Cercadas por selvas, cachoeiras e pântanos, essas montanhas estão sob influência das monções e resultam de forças cataclísmicas. Essas condições criaram um santuário para espécies com formas e comportamentos curiosos, como o urso que se alimenta de cupins, o anfíbio pré-histórico e o primata de hábitos noturnos.
Às 21h25, INDOCHINA SELVAGEM adentra as selvas úmidas, cortadas por rios sinuosos que irrigam a terra fértil e cria o lar para espécies exóticas. O episódio do dia 1o explora a região sudoeste da China, terra de montanhas cobertas de gelo, vales e selva tropical. Esta pequena região é um “jardim secreto” que concentra a vida selvagem do país – cerca de metade das espécies nativas de mamíferos e pássaros encontram refúgio ali.
AMÉRICA DO NORTE vai ao ar às 22h20, e volta suas lentes para a porção setentrional e selvagem de nosso continente – viajando aos mais inóspitos e intocados habitats para documentar a fauna. No primeiro episódio do especial, a luta pela vida dos filhotes é destaque. Assim que chegam à Terra, entram em um jogo de vida ou morte – e precisam aprender rápido. Com o início da primavera, a vida desperta e se multiplica – o reino animal conduz suas ninhadas rumo à perpetuação da espécie. No Alasca, as câmeras captam o despertar de filhotes de ursos e, em Wyoming, um cervo de poucas horas dá seus primeiros passos, para logo perceber que os coiotes serão uma ameaça constante. A briga de beija-flores por uma fêmea e os métodos dos pica-paus para armazenar nozes em buracos cavados em troncos – um prato cheio para esquilos famintos – também são cenas captadas em alta definição neste episódio.
A Venezuela é o tema de AMÉRICA LATINA SELVAGEM, às 23h10 (com exceção do dia 22). A selva tropical é lar de tribos ancestrais e de animais que fazem parte de um mundo de mistérios, onde a evolução aconteceu ao ritmo da natureza e sem as drásticas interferências humanas. Um dos enigmas da floresta é o rio Orinoco – a começar pela localização de sua nascente. Em seu curso estariam os tesouros da lendária cidade de Eldorado, protegidos por feras da selva e pela natureza implacável que o episódio registra.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.