Comissário Adjunto da polícia é acusado de pornografia infantil em inédito de Law & Order: SVU



O Canal Universal exibe no dia 15 de março, terça-feira, às 22h, o 15º episódio inédito da 17ª temporada de Law & Order: SVU, que conta com novas participações especiais de Ned Eisenberg (Menina de Ouro) e Josh Pais (Uma Mente Brilhante).

Em "Collateral Damages", a equipe da tenente Olivia (Mariska Hargitay) contrata Amber (Sarah Mezzanotte) para provar que o antigo lutador de boxe, Teddy (Danny Johnson), abusa de crianças e adolescentes constantemente. Amanda (Kelli Giddish) finge que é sua tia e a apresenta a Teddy, que começa a elogiar Amber e a convida para ir ao seu escritório para mostrar seus cinturões. 

Lá, Amanda grava os dois através de uma câmera escondida enquanto Teddy pede para tirar algumas fotos de Amber e tenta abusar sexualmente dela. Nesse momento, os detetives entram na sala e levam o lutador para a delegacia. Para diminuir a sua pena, ele delata um grupo de pedofilia on-line para Barba (Raúl Esparza), além de garantir que ele não assistia os vídeos. 

Após, os detetives começam a investigar os distribuidores de pornografia infantil, indicados por Teddy. Primeiramente, localizam Daniel Pullman (Alex Driscoll) e Li Guo (Adam Lim). Mais tarde, invadem a casa de um senhor de 80 anos, que não tinha computadores, apenas modem para internet. Este afirmou que instalou o equipamento a pedido de seu vizinho.

Amanda e Carisi (Peter Scanavino) descobrem que o último distribuidor é o Comissário Adjunto da polícia, Hank Abraham (Josh Pais). Os detetives encontraram vídeos em seu computador e pen drives escondidos embaixo de suas gavetas com diversas fotos e vídeos de crianças e adolescentes.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.