Eutelsat 65WA é lançado com sucesso, com foco no mercado de TV paga



O satélite Eutelsat 65 West A foi enviado à órbita com sucesso nas primeiras horas desta quarta-feira, 9. Após um voo de 27 minutos do foguete Ariane 5, da Arianespace, lançado a partir do centro espacial da Guiana Francesa, em Kourou, o satélite foi liberado e começou a abrir os painéis solares, operação que aconteceu cerca de 4 horas depois. O satélite ficará na mesma posição orbital que hoje está o StarOne C1, em 65 graus Oeste. Isso é possível porque os satélites utilizam frequências diferentes e, no espaço, existe uma distância segura entre eles, ainda que o apontamento das antenas de recepção em terra seja virtualmente idêntico.

Segundo Rodrigo Campos, presidente da Eutelsat do Brasil, a empresa procurou antecipar o lançamento do satélite para que ele esteja em operação comercial no começo de maio. Para isso, foi feito um lançamento "solitário" no foguete Ariane, sem outro satélite, o que é um fato pouco comum, já que as empresas costumam se consorciar no lançamento para reduzir os custos. Para Campos, o momento econômico adverso não impede uma forte demanda que acontecerá durante os Jogos Olímpicos, sobretudo para o mercado de televisão, e a Eutelsat aposta na recuperação do mercado de DTH após a crise. O fato de estar posicionado ao lado do C1, já utilizado por muitas operações de TV paga, é uma oportunidade adicional para a Eutelsat.

O Eutelsat 65WA tem capacidade tribanda (C, Ku e Ka) com objetivo de levar DTH para o Brasil e conectividade corporativa para as regiões da América Central, Caribe e região Andina.

Além disso, também fornecerá cobertura multispotbeam com carga em banda Ka para a América Latina, especialmente no mercado brasileiro, onde toda a capacidade foi comercializada para a operadora de satélites Hughes, que utilizará o satélite como plataforma para oferecer banda larga fora dos grandes centros no País a partir de julho deste ano. Nesse caso, a capacidade em banda Ka não estará disponível ao mercado.

O Eutelsat 65 West A pesa 6,564 t e foi desenhado para ter vida útil acima de 15 anos. Ele é equipado com 15 transponders de banda C (equivalente a 36 MHz), 24 transponders de banda Ku (também equivalente a 36 MHz) e oferecerá até 24 spotbeams de banda Ka. O satélite foi construído pela Space Systems Loral.

Assista ao lançamento:

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.