Samantha Schmütz estreia programa inédito no Canal BIS


A versatilidade de Samantha Schmütz chega ao Canal BIS em abril. No dia 13, às 23h30, o canal estreia o programa inédito “Samantha Canta”, primeiro em que a atriz e cantora se dedica inteiramente ao canto. Com produção da TX Filmes em parceria com o BIS e direção de Roberto Oliveira, a série traz em três episódios semanais a artista interpretando sucessos da Black Music, do pop atual e da MPB - nesse último em uma homenagem a Elis Regina, ao lado do músico e rapper Criolo, convidado da atração. Cada episódio é dedicado a um estilo.

“A música é uma paixão antiga. Como o Canal Bis tem ligação direta com a música comentei com o diretor do canal, Guilherme Zattar, a minha vontade de fazer um programa homenageando a Elis. Ele adorou a ideia e resolveu fazer mais dois episódios com outros estilos musicais”, explica.
Apesar de ser nacionalmente conhecida como atriz, Samantha já se dedica à música há dez anos e seguiu no canto para se tornar uma artista completa.

Samantha Schmütz estreia novo programa inédito no canal Bis. (Divulgação)
“A minha mãe é bailarina e meu pai sempre foi muito ligado em música. Ele me levava aos shows, lembro que o meu primeiro foi o do Eduardo Dusek. Depois, aos 4 anos, fui ao show da Rita Lee, aos 9, fui ao Maracanã ver Tina Turner e não parei mais. Eu sempre cantei, desde que comecei a estudar teatro. Fui backing vocal de algumas bandas, cantei em bares e fiz muitos musicais no teatro”, lembra. 

Para o “Samantha Canta”, a seleção do repertório, feita pela própria Samantha e pelo produtor musical Apollo Nove, levou em consideração músicas que ela gosta de interpretar.

“A primeira ideia foi interpretar Elis e, como queríamos fazer três episódios, optei por estilos e cantores que admiro e que têm a ver com meu gosto pessoal”.

Na estreia o público relembra clássicos da Black Music como Ain´t no Mountain High Enough e I Heard It Through the Grapevine, de Marvin Gaye; Stay Together, de All Green; I Want You Back, do Jackson 5; Superstition, de Steve Wonder e Feeling Good, de Nina Simone. Já no setlist pop estão os hits atuais Call me Maybe, de Carly Rae Jepsen; Rather Be, de Clean Bandit; Rehab, de Amy Winehouse; I Follow Rivers, de Lykke Li; Wrecking Ball, de Miley Cyrus; Dimonds, de Rihanna; Rolling in The Deep, de Adele e Blank Space, de Taylor Swift. E representando a Música Popular Brasileira, uma homenagem a Elis Regina com Como Nossos Pais, Madalena, Maria Maria, Me Deixas Louca, Nada Será Como Antes, Se eu quiser falar com Deus, Vou deitar e rolar e Pout-Porri do Morro, interpretadas em parceria com Criolo.

“Na minha opinião, Elis é a melhor cantora do Brasil e o Criolo é o maior artista. Ele sabe misturar música boa com letras de conteúdo. É comprometido com o que está sendo dito nas letras. Para mim ele é gênio, um poeta. Faz música para ser ouvida, apreciada e não somente para mexer o corpo em pistas de dança. O encontro foi incrível! Não poderia ser diferente, já que ele é muito comprometido com o que faz. Posso dizer que foi um dos momentos mais importantes da minha carreira e da minha vida sem dúvida”, elogia Samantha.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.