Bombeiros tentam salvar a vida de um garoto ameaçado por gang em inédito Chicago Fire



O Canal Universal exibe no dia 16 de maio, segunda-feira, às 22h, o 19º episódio inédito da quarta temporada de Chicago Fire.

Em "I Will Be Walking", Otis (Yuri Sardarov) tenta colar a etiqueta com seu nome em seu armário novamente, pois ela está soltando. Então, Cruz (Joe Minoso) brinca e diz que ele deve trocar logo a etiqueta, mas Herrmann (David Eigenberg) lhe conta sobre uma maldição e explica que a etiqueta nunca deve ser removida. Quando está saindo do vestiário, Cruz nota que Otis está com um hematoma muito grande nas costas e o bombeiro decide procurar ajuda médica.

Na área de convivência, Dawson (Monica Raymund) e Herrmann conversam sobre a queda de faturamento do Molly’s, que aconteceu mesmo sem que o bombeiro tenha notado a diminuição de clientes. Então, Stella (Miranda Rae Mayo) diz que 90% dos bares fecham por causa de má gestão, ela sabe disso porque gerenciou um pub por dois anos e meio, então, os donos do Molly’s resolvem desafiá-la nas ‘Olimpíadas do Bar’.

Durante um salvamento, os bombeiros se assustam com a brutalidade que um garoto foi amarrado no alto de uma viga do metrô. Casey (Jesse Spencer) se desequilibra e quase cai de uma altura perigosa.

Severide (Taylor Kinney) recebe a visita de uma agente que lhe pediu ajuda em um caso anterior. Ela pede para que ele fique com seu filho e lhe mostre o batalhão para ele, o entretendo enquanto ela se envolve em um novo caso.

Após, uma moradora da cidade procura Casey como vereador. Ela é mãe do garoto encontrado pendurado nas vigas do metrô. O detetive Atwater (Laroyce Hawkins) visita o batalhão e lhe explica como a investigação está correndo.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.