I Am Cait: Conheça o elenco da segunda temporada da série documental



Na segunda temporada de I Am Cait, Caitlyn está pronta para se divertir e se torna mais aberta a novas ideias e facetas inexploradas de sua vida como uma mulher transgênera, como um romance que surge. Caitlyn está também confrontando desafios à sua crença que a estremecem, bem como seu grupo de amigos que não deixam nenhum tema fora da conversa. As discussões são calorosas e bastante emotivas e, por fim, levam Caitlyn para uma melhor compreensão de si mesma e da comunidade transgênero. Com tudo isso, Caitlyn se esforça para ser a melhor pessoa que pode ser, construindo vínculos ainda mais estreitos com seus amigos, sua comunidade e sua família.

O círculo de amizade de Caitlyn inclui Candis Cayne, Jennifer Finney Boylan, Chandi Moore, Kate Bornstein, Zackary Drucker e sua nova amiga Ella Giselle, uma jovem de 18 anos que é acolhida pelas mulheres mais maduras que são suas primeiras amigas transgêneras. Este grupo de mulheres ama e apoia Caitlyn. Todas são extremamente cuidadosas com ela. Caitlyn é colocada à prova de seus limites quando as mulheres a pressionam para reavaliar suas crenças políticas conservadoras, e seu entendimento sobre ser transgênero e ser mulher. Ao longo da viagem, que vai de Los Angeles para o Grand Canyon, Tulsa, Kansas City, New Orleans e além, elas discutem temas que as confrontam, se abrem para falar sobre suas próprias vulnerabilidades e obstáculos que cercam seus relacionamentos, carreiras e famílias. Assim, Caitlyn também começa a se abrir para novas possibilidades, como uma relação amorosa que ela nunca pensou ser possível.

I Am Cait que estreia domingo, 29 de maio, às 22h, no canal E!

Candis Cayne
Candis Cayne, uma nativa do Havaí, começou sua carreira em Nova York como artista coreógrafo e drag performer no Boy Bar no East Village, onde grandes produções se encontram com perfeitas coreografias em uma fórmula vencedora. Uma das artistas mais trabalhadoras, Candis encenou inúmeras produções complexas em “Wigstock”, festival drag anual no Manhattan's East Village; “White Party” e vários outros grandes festivais, que envolviam frequentemente dezenas de dançarinos e muitas semanas de ensaios. Cayne apareceu no documentário “Wigstock: The Movie”; a comédia dramática “Stonewall”; e a comédia “To Wong Foo, Thanks for Everything! Julie Newmar” da Universal Studios para o qual também fez a coreografia. Cayne já atuou como personagem principal no filme independente “Mob Queen” e pode ser vista em filmes como “Crazy Bitches” e “Meth Head”. Ela também participou como “Annaka Manners” no filme de RuPaul “Starrbooty” e co-estrelou o videoclipe de RuPaul de “A Little Bit of Love” com o imitador Jazzmun. Cayne também apareceu como jurada e “Dean of Dance” no “Drag U” de RuPaul.

Em 2007, Cayne foi escalada para o inovador papel de “Carmelita Rainer”, no novo drama “Dirty Sexy Money”, da ABC. Ela retratou uma mulher transgênera que estava apaixonada pelo procurador geral de Nova York Patrick Darling (interpretado por William Baldwin). Ela se tornou a primeira atriz transgênera a interpretar uma personagem em uma série de televisão e, ao fazer isso, derrubou barreiras criando um novo caminho para sua comunidade. Cayne também fez aparições em programas de televisão como “Nip/Tuck” interpretando a personagem transgênera Alexis Stone e atualmente está no recorrente da CBS “Elementary” como Ms. Hudson. Ela também co-estrelou “Drop Dead Diva” e “Necessary Roughness”. Em 2015, Cayne participou do inédito reality de Caitlyn Jenner, “I Am Cait”.

Cayne sempre foi um ativista vocal para a comunidade LGBT trabalhando em estreita colaboração com diversas instituições de caridade e organizações, incluindo Gay and Lesbian Alliance Against Defamation (GLAAD) e Human Rights Campaign (HRC). Em agosto de 2015, se juntou à rede global LGBT MOOVZ como Global Creative Director. Atualmente, reside em Los Angeles, atuando e entretendo, ao mesmo tempo em que continua o seu trabalho de apoio para a comunidade LGBT.

Chandi Moore
Chandi Moore é uma pessoa que gosta de estimular outras pessoas para alcançar a luz no fim do túnel. Nascida em Los Angeles, ela trabalha atualmente na Divisão de Medicina do Adolescente e do Jovem Adulto do Hospital Infantil de Los Angeles. Ela trabalha no Centro de Saúde e Desenvolvimento do hospital para jovens transgêneros, e no Programa de Redução de Risco. Ela também ajuda um grupo de apoio social chamada BLUSH (Brave Leaders Unified to Strengthen our Health) para Trans e jovens de 12-24 não conformados com o sexo, com sua parceira Annabel Agustin. BLUSH incide sobre a saúde sexual e o empoderamento de jovens a fazer escolhas de vida saudáveis. O papel de Chandi como uma professional de saúde e facilitadora envolve teste de HIV, aconselhamento, colaboração com os colegas de trabalho e com as agências externas em eventos especiais relacionados a programas e serviços de consciência do HIV, advogar para a comunidade Trans e ser um aliado para a comunidade homossexual. Ela foi a Co-Presidente para Transgender Service Providers Network (TSPN) em 2014 e 2012; e premiada com The Trans Pride Community Award em 2013, como um dos Transgiadivas, e atualmente se envolve ativamente com a comunidade nas mídias sociais. Mais recentemente, Chandi foi vista na série documental do E! “I Am Cait”, apoiando a jornada de autodescoberta de Caitlyn Jenner. 

Ella Giselle
Com apenas 18 anos, Ella Giselle já é um defensora dos transgêneros. A nativa do sul da Califórnia encontrou Caitlyn Jenner através de sua amiga em comum de longa data, Ronda Kamihira. Ella Giselle se auto descreve como uma ‘drama nerd’ e seus interesses incluem teatro e produção musical. 

Jennifer Finney Boylan
Professora Jennifer Finney Boylan, autora de treze livros, é foi nomeada a autora inaugural, escritora residente de Anna Quindlen na Barnard College da Universidade de Columbia. Ela é também co-Presidente nacional do Conselho de Administração do GLAAD, o grupo de defesa de mídia para pessoas LGBT em todo o mundo. Jennifer tem sido um contribuinte para o New York Times desde 2007; em 2013, se tornou Contributing Opinion Writer. Jenny também atua no Conselho de Administração do Instituto Kinsey de Pesquisa sobre Sexo, Gênero e Reprodução, e serve como Assessora Especial do Presidente da Faculdade de Colby, em Maine. 

Ela é consultora e membro do elenco de “I Am Cait”, a série documental sobre Caitlyn Jenner, que estreou no E! Entertainment Television em julho de 2015; e também atuou como consultora para a série “Transparent”, da Amazon.

Seu livro de memórias 2003, “She’e Not There: A Life in Two Genders” (Broadway / Doubleday / Random House) foi o primeiro trabalho mais vendido por uma americana transgênera. Um romancista, memorialista e contista, ela é também uma defensora conhecida nacionalmente pelos direitos civis. Jenny já apareceu no “The Oprah Winfrey Show” em quatro ocasiões; duas vezes em “Live with Larry King”; em “Today Show”, um especial com Barbara Walters Special; “Marketplace, da NPR; e “Talk of the Nation”. Jenny também tem sido objeto de documentários no “48 Hours”, da CBS, e no The History Channel. Ela vive em Nova York, e em Belgrade Lakes, Maine, com sua esposa, Deedie, e seus dois filhos, Zach e Sean.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.