Sylvie presencia crime em Chicago Fire



O Canal Universal exibe no dia 9 de maio, segunda-feira, às 22h, o 18º episódio inédito da quarta temporada de Chicago Fire.

Em "On the Warpath", Casey (Jesse Spencer) chega ao batalhão e seus colegas o enchem de pedidos, brincando com seu novo cargo como vereador. Após, Otis (Yuri Sardarov) convida Sylvie (Kara Killmer) para sair, mas ela precisa atender a um chamado.

No local, um homem ferido se arrastou até os fundos de uma casa. Ele foi atingido por um tiro e Sylvie pede que Jimmy (Steven R. McQueen) entre em contato com a polícia, pois o local pode ser uma cena de crime. Então, um homem encapuzado aparece e atira mais três vezes na vítima. Ele pega a identidade da paramédica e lhe diz que ela não deve falar nada sobre o que testemunhou. Os paramédicos ainda conseguem levar a vítima até o hospital, mas ele acaba não sobrevivendo.

No batalhão, Mouch (Christian Stolte) pede novamente para que Herrmann seja seu padrinho. Ele mostra seus votos de casamento para Cruz e os dois estranham a maneira como ele escreveu. Ele se revolta, já que não consegue expressar o que está sentindo em palavras. No mesmo momento, Kidd (Miranda Era Mayo) chega e comemora o fato de que faltam apenas 72 horas para o casamento. Herrmann tenta avisá-la que não é um bom momento, mas ela só piora a situação tentando mudar de assunto.

Após, Dawson repassa todo o trabalho que Casey terá como vereador e ele lhe agradece por ajudá-lo neste momento em que há tantos compromissos que ele deve honrar.

No hospital, Sylvie se encontra em um dilema sobre contar ou não à polícia o que viu. Quando um jovem policial chega ao local, ela resolver que irá até a delegacia tentar conversar com Antonio (Jon Seda) primeiro e Jimmy a acompanha.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.