Canal VIVA estreia a série 'Deborah Secco Apresenta'



A partir de domingo, 5 de junho, às 20h, o VIVA estreia a série "Deborah Secco Apresenta". O sofá da casa da atriz vira cenário de sua primeira experiência como apresentadora, onde Deborah recebe convidados para um papo descontraído: Fátima Bernardes, Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), a youtuber Jout Jout, os atores Nicette Bruno e Milton Gonçalves, o músico Hermeto Pascoal, entre outros. O projeto, uma criação da própria atriz, exibida pelo Gshow em 2015, debate, em 10 episódios, temas como maternidade, amor, futuro, a relação com a tecnologia e muitos outros assuntos. A atração tem direção artística de Alex Medeiros, direção de André Moraes e roteiro de André e Camila Agustini. 

Na época, grávida de Maria Flor, a atriz relatou que a série se encaixava muito com seu momento de vida. "Desejo que a minha filha tenha fé no futuro e nas pessoas. E, principalmente, que ela viva com amor. O amor é o que nos faz sermos melhores a cada dia, é a nossa arma para vencer tudo. Que ela sempre olhe para o mundo e para o seu próximo com muito amor!", disse. 

No programa de estreia, a "infância" permeia as conversas de Deborah com seus entrevistados. "Acho que, durante muito tempo, não pensei na minha infância. Mas, depois que engravidei, comecei a reviver em pensamentos toda ela de novo", comenta Deborah. No reencontro com Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), uma das convidadas da atração, a emoção toma conta da ex-garota de programa, que relembra a relação conturbada com os pais. "Eu era muito solitária na infância. Era muito obesa, e já tinha criança que me zoava". Raquel ainda declara sua vontade de ser mãe: "Quero ser a mãe que nunca tive". O ator Milton Gonçalves também se emociona e chora ao resgatar na memória momentos de sua infância, que descreve como "de muita pobreza e falta de afeto"

Na vez de Tiago Leifert, o jornalista e apresentador revela que era muito tímido, mas que já pensava em trabalhar na televisão: "Aos 14 anos, já queria, mas não sabia que me posicionaria diante da câmera.". A timidez também era presente na infância de Isabel Fillardis. "Tinha muita dificuldade de falar o que sentia."

Trechos da entrevista de Fátima Bernardes também são destaques no primeiro programa. A jornalista dá conselhos sobre maternidade a Deborah e fala sobre quando era criança: "Lembro de ter na minha mãe uma super referência. Meu pai também, participando no que fosse possível. Sempre foi a pessoa que me levava e buscava nos lugares."

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.