Discovery Turbo estreia nova temporada de Máquinas Muito Loucas



Steve Darnell e sua equipe retornam ao Discovery Turbo na quarta-feira, 8 de junho, às 20h30, para a segunda temporada de MÁQUINAS  MUITO LOUCAS (Vegas Rat Rods). Darnell, que apresenta a si mesmo como “o Picasso do mundo automotivo”, lidera o time de mecânicos, designers e funileiros excêntricos na oficina Welder Up.

Juntos, esses profissionais criam “Rat Rods”, automóveis customizados de aparência rústica e peculiar: motores envenenados à mostra, latarias pintadas com inscrições e acessórios inusitados – por “inusitado” entenda-se lança-chamas e afins –, fazem veículos que parecem saídos de uma distopia aos moldes de “Mad Max”.

São 10 novos episódios de uma hora – cada um deles acompanha o processo de transformação de um carro, desde a reunião inicial com os clientes, passando por esboços e contratempos mecânicos, até a entrega. Esquecidas em ferros-velhos, garagens e quintais, as carcaças que chamam a atenção de Darnell recebem uma segunda chance de ganharem as ruas em grande estilo.

Os clientes da oficina procuram mais do que um meio de transporte e não se importam com a fama de espalhafatosos. Querem justamente o reconhecimento imediato como donos de uma das obras de Darnell – máquinas pensadas para impressionar à primeira impressão e surpreender com o desempenho.

Entretanto, no episódio de estreia na nova temporada, Darnell vê sua equipe na berlinda quando um problema grave aparece horas antes da entrega ao cliente. Tudo começa quando o dono Craig chega à oficina com um Chevy Wagon de 1957 completamente enferrujado. O pedido é ousado: ‘uma obra de arte’ para presentear a esposa.

O Chevy parece destinado a superar expectativas unindo o estilo ousado de Darnell a todos os confortos de um carro novo em folha. Mas um vazamento de combustível detectado pouco antes da entrega ameaça a reputação de Darnell e de todos na Welder Up.

Paralelamente ao trabalho no Chevy, Darnell compra um Corvette para uma nova transformação. Ele decide testar o motor nas estradas que atravessam o deserto de Nevada. Resultado: o carro chega guinchado à oficina com a suspeita de dano severo à suspensão.

Na segunda semana, um Ford modelo A de 1931 recebe um motor a diesel, interior no estilo cowboy e um trabalho de pintura que deixaria Henry Ford boquiaberto.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.