Nova série do A&E recupera adolescentes viciados em drogas


A&E estreia nova série Resgatando Vidas. (Divulgação)
Segundo as estatísticas, nos Estados Unidos são registradas 2,3 milhões de fugas de jovens por ano, sendo 87% delas relacionadas ao uso de drogas e 61%, ao envolvimento com gangues. Milhões de famílias sofrem quando os adolescentes se viciam em entorpecentes – pais, mães, irmãos, todos vivem um verdadeiro pesadelo. Quando essas famílias estão desesperadas por ajuda e os adolescentes estão fora de alcance e de controle, a equipe de Resgatando Vidas entra em ação. Sob o comando do especialista Evan James (conhecido como Bullet), Tony, Lauren e Mike não medem esforços para encontrar e ajudar os jovens em situação de risco.

A nova série do A&E acompanha Bullet e sua equipe enquanto localizam os adolescentes, a pedido das famílias, e fazem intervenções. Seja levando-os para a reabilitação, tirando-os de cultos perigosos ou simplesmente trazendo-os de volta ao convívio com a família, Bullet e seu time são super-heróis da vida real. Em cada um dos oito episódios, os telespectadores verão o empenho para tirar esses adolescentes problemáticos do mau caminho e os colocarem na direção para recuperar suas vidas.

Bullet se autodenomina “um intervencionista radical”. Ex-viciado e ex-traficante, ele e sua equipe já salvaram mais de 1.200 jovens da prisão e da morte, nos últimos 20 anos. O time também é formado por Tony, que perdeu um filho e os irmãos para as drogas; Lauren, que teve uma juventude imprudente; e Mike Irlandês, que foi um dos primeiros adolescentes resgatados por Bullet.

O A&E exibirá dois episódios a cada terça-feira, a partir de 19/7 a partir das 23:45h.

Na edição de estreia, Luke, o jovem de 17 anos, era um jogador de basquete promissor no colégio. Ele agora vive uma vida arriscada, que inclui de pequenos furtos a uso de drogas. A equipe de Resgatando Vidas logo percebe que há outras barreiras no caminho de Luke para a recuperação.

Em seguida, em Paige e Britney, as gêmeas de 16 anos que dão nome ao episódio, estão em uma espiral descendente de uso de drogas e comportamento criminoso. A equipe de Bullet se vê diante da oportunidade de separar as duas e encaminhá-las a um tratamento.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.