Polêmica e emocionante, AXN estreia a segunda temporada da série "American Crime"


Segunda temporada de "American Crime", chega ao AXN. (Divulgação)
Na próxima quarta-feira, dia 3 de agosto, às 22h, o AXN estreia a segunda temporada de American Crime. Trazendo de volta grandes nomes do elenco do primeiro ano, a série também apresenta ao público personagens, histórias e cenários inéditos, abrindo espaço para o debate sobre temas delicados, tais como orientação sexual, desigualdade social e estupro.

Desta vez, a trama se desenvolve em Indianapolis, no estado de Indiana, e tem como foco os desdobramentos do vazamento de fotos íntimas do jovem Taylor Blaine – papel do ator Connor Jessup. Ele alega ter sido drogado e violado sexualmente durante uma festa do time campeão de basquete de um elitizado colégio da região, do qual é aluno bolsista. O adolescente, até então pouco popular e usual alvo de bullying na escola, passa a viver momentos de tensão e constrangimento, já que a comunidade onde vive – incluindo a polícia – descreditam a acusação e não dão suporte ao caso. Para defendê-lo, sua mãe Anne Blaine, interpretada por Lili Taylor, não medirá esforços e enfrentará os entraves da estreita relação entre a justiça e o poder.


Também no elenco principal, Felicity Huffman é quem dá vida à Leslie Graham, a diretora do colégio preocupada em preservar a imagem da instituição e sua base de investidores. Timothy Hutton interpreta Dan Sullivan, o treinador da equipe de basquete que é alvo das investigações do caso. Já Regina King assume o papel de Terri LaCroix, mãe de um dos jovens suspeitos. Também fazem parte do time de atores Elvis Nolasco, Trevor Jackson, Joey Pollari e Angelique Rivera.

Após uma primeira temporada repleta de indicações e vitórias nos prêmios mais importantes da TV americana, a série repete o feito em 2016 e é um dos destaques do 68th Emmy Awards com quatro indicações, incluindo a de “Melhor Minissérie”. Na categoria “Melhor atriz de minissérie ou telefilme” concorrem as atrizes Felicity Huffman e Lili Taylor. Além delas, Regina King – já vencedora de um Emmy em 2015 por sua atuação na primeira temporada – disputa novamente o prêmio de “Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme”.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.