Alberto Ammann participará da nova série MARTE que estreia em novembro


Alberto Ammann entra no elenco de Mars. (Divulgação)
O ator argentino Alberto Ammann (Celda 211) faz parte do elenco da série "MARS" a superprodução que a National Geographic Channel estreia no domingo, 13 de novembro às 23h no Nat Geo, que contará com seis episódios onde o documental e a ficção coexistirão para tornar realidade uma missão com tripulantes ao planeta vermelho.

Produzida por dois veteranos de Hollywood, o produtor e diretor Ron Howard e o produtor Brian Glazer, que já se juntaram com a NGC no ano passado em Breakthrough, a série vai oferecer uma nova alternativa à narrativa televisiva com um relato que coloca os holofotes sobre o presente e o futuro através de uma combinação inovadora do melhor drama de ficção, com efeitos especiais próprios do cinema, e e documental de alta qualidade narrativa e visual.

É nesta parte da ficção, filmada há alguns meses em Budapeste e Marrocos e ambientada em 2033, quando acaba de lançar a primeira missão tripulada a Marte, que aparece Alberto Ammann. O ator dá vida a Javier Delgado, um hidrólogo e geoquímico espanhol que faz patê dessa tripulação pioneira formada por uma equipe de cientistas de distintas nacionalidades representados por um elenco internacional entre os quais estão a cantora coreana Jihae, que estreia como atriz nesta série, e os atores Ben Cotton (Las crónicas de Riddick), Clementine Poidatz (Maria Antonieta), Sammi Rotibi (Django desencadenado) e Anamaria Marinca (4 meses, 3 semanas, 2 días). Completam o elenco dos atores que interpretam os científicos responsáveis pelo monitoramento da missão da Terra, Olivier Martínez (Infiel), Cosima Shaw (La chica danesa) e John Light (Albert Nobbs), todos dirigidos pelo cineasta mexicano Everardo Gout (Días de gracia).

A medida que a ficção avança, a série intercala a história com a parte documental, centrada nas investigações reais colocadas já em prática para conseguir enviar uma nave com tripulantes ao planeta vermelho. Com astrofísicos de prestígio internacional, como Neil de Grasse Tyson, um colaborador habitual de NGC, cientistas da NASA envolvidos nos programas de missões espaciais, astronautas, professores universitários, membros do museu da aviação de Washington DC e personalidades como Ann Druyan, viúva de Carl Sagan e promotora da nova versão de Cosmos produzida pela NGC, a série revela informações sobre projetos atuais e futuros, que poderiam tornar o sonho de enviar uma missão tripulada a Marte em realidade em torno da mesma data utilizada pela série do ano 2033.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.