Adriana e Clarice Falcão são as entrevistadas do “Programa com Bial” desta semana no GNT


Adriana e Clarice Falcão são as entrevistadas da semana. (Divulgação)
O “Programa com Bial” desta semana recebe a roteirista e escritora Adriana Falcão e a cantora e atriz Clarice Falcão. O episódio vai ao ar no domingo (27), às 20h, no GNT. Entre sessão de música com Clarice e debates sobre novas gerações nos movimentos sociais, mãe e filha compartilham detalhes sobre suas experiências, sobre carreira e falam do aprendizado que uma tem com a outra.

Durante o papo com Bial, Clarice destaca a importância que a mãe teve no início de sua carreira e tem, até hoje, na sua vida. “A minha mãe tem uma coisa de não se levar a sério e de encarar as coisas com muita leveza, com muito bom humor. Então, apesar de ter tido uma história de vida muito trágica, muito dramática - que muita gente levaria para um lado de vitimismo -, ela é uma pessoa muito bem-humorada”.

Adriana também fala sobre a importância de uma visão jovem para seus textos, elogiando a filha. Ela conta ainda sobre como foi fisgada pela escrita quando tinha apenas dezesseis anos e sobre a curiosidade de ter feito arquitetura, curso que assumidamente detestava. “Terminei essa faculdade sabe Deus como. Até hoje tenho pesadelos que falta pagar uma matéria”, afirma.

Sobre a carreira de cantora, Clarice conta que sempre gostou de cantar e sempre foi exibida nesse sentido. “Eu era pequenininha e cantava ‘Pensa em Mim’ usando uma escova de cabelo e obrigava todo mundo a ver”, relembra.

Na entrevista, Bial aproveita para comentar também sobre a parceria profissional das duas e relembra os primeiros projetos juntas, como o curta-metragem ‘Laços’, que começou como um projeto despretensioso e futuramente foi premiado. “A gente morre de vergonha”, brinca Adriana. “A gente fez isso muito despretensiosamente e quando tomo mundo viu, a gente pensou: devíamos ter feito melhor”, completa Clarice. Bial e as meninas conversam ainda sobre o sucesso do ‘Porta dos Fundos’, música, literatura, separação e feminismo.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.