Documentário sobre Jack Kerouac e episódio inédito de ‘Grandes Cenas’ estreiam no Curta!



Essa semana, ainda no clima de aniversário do canal, o Curta! presenteia a audiência com estreias de documentários internacionais, além da exibição de episódios inéditos de séries nacionais. Na Quinta do Pensamento, dia 1 de dezembro ás 23h, a vida do autor do extraordinário romance “Na Estrada”, Jack Kerouac, considerado o rei da Geração Beat, é destaque na programação. Em “Jack Kerouac: O Rei dos beats”, a trajetória do escritor que levou a literatura norte-americana a novos níveis de criatividade é examinada através de fascinante filmagem biográfica e entrevistas reveladoras com alguns de seus amigos e contemporâneos mais famosos, como Allen Ginsberg, Lawrence Ferlinghetti e William Burroughs.

Na Terça das Artes, dia 29 ás 23h, o Curta! exibe o segundo episódio da série “Andy Warhol”, sobre um dos artistas mais famosos e expressivos da segunda metade do século XX. Dirigida pelo cineasta Ric Burns, a biografia “Andy Warhol” fala sobre a vida do homem que virou referência de pop art ao redor do mundo. Narrada pela artista experimental Laurie Anderson, a produção foi vencedora de dois prêmios Emmy e um George Foster Peabody Award. Ao longo da série, personalidades como Irving Blum, Vicent Fremont, Paul Morissey e Donna de Salvo falam sobre o icônico Andy Warhol.

Na Quarta de Cinema, 30 ás 20h, o episódio inédito da série “Grandes Cenas”, apresentada por Matheus Nachtergaele, resgata uma cena emblemática do filme “Copacabana Me Engana”, de Antônio Carlos da Fontoura. Na cena “O Retorno de Alfeu”, o momento em que Irene (Odete Lara), acompanhada de seu amante muito mais jovem Marquinhos (Carlos Mossy), chega à casa e é surpreendida por seu ex-marido Alceu (Paulo Gracindo). Através de uma linguagem corporal marcante e um discurso sutil, mas contundente, Alceu tenta humilhar Irene mostrando o que ela perdeu ao trocá-lo por um garoto. No episódio de “Grandes Cenas”, o diretor do filme, Antônio Carlos da Fontoura, fala sobre o seu processo de construção da cena, assim como a influência que seu meio social e familiar teve no desenvolvimento do longa. Como em todos os episódios, a cena é exibida no final.

Ainda na Quarta de Cinema, a faixa “A Vida é Curta” fala sobre índios, terra, justiça e demarcação. Para começar, a estreia de “Cordilheira de Amora II”, documentário inédito na TV de Jamille Fortunato. Em cena, a história da indiazinha Guarani Kaiowá, Carine Martines, que vive na vila indígena de Amambai, no Mato Grosso do Sul, e transforma seu quintal em um experimento do mundo. O curta passou em vários festivais e conquistou diversos prêmios, entre eles o de “Melhor Curta – no festival É Tudo Verdade”, em 2015. Depois é a vez de “Índios no Poder”, documentário de Rodrigo Arajeju.  Mario Juruna, primeiro índio parlamentar na história do país, não consegue se reeleger para a Constituinte. Sem representante no Congresso Nacional desde a redemocratização, as Nações Indígenas sofrem ataques da Bancada Ruralista aos seus direitos constitucionais. O cacique Ládio Veron lança candidatura a deputado federal nas Eleições 2014, sob ameaças do Agronegócio.  Encerrando a faixa especial, “Ameaçados”, de Julia Mariano, mostra pequenos agricultores do sul e sudeste do Pará, que lutam por um pedaço de terra para plantar e viver.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.