Pedro Bial entrevista Luana Piovani em seu programa no GNT


Luana Piovani é a entrevistada da semana. (Divulgação)
Luana Piovani é a convidada desta semana do “Programa com Bial”. A carreira da atriz na televisão começou ainda jovem, nos anos 90. Sempre com uma forte presença, Luana lembra do seu início de tudo no teatro e a influência que ele teve ao longo de sua vida profissional. A personalidade categórica e muitas vezes polêmica, claro, não ficou de fora da entrevista, que vai ao ar no dia 4 de dezembro, às 20h, no GNT.  

 A experiência com a maternidade dá o tom em diversos momentos da conversa. Mãe de três filhos – Dom, o mais velho, e os caçulas gêmeos Bem e Liz – ela comenta sobre uma criação mais rígida que tenta seguir. “Repito muitas coisas que minha mãe fazia comigo, na minha criação. Sou uma mãe brava mesmo”.

 Apaixonada por teatro infantil, a atriz não esconde sua preferência. “A plateia infantil é muito diferente da adulta. Neles é a verdade. Criança não mente, então você conseguir captar a atenção dela e manter isso é muito difícil e bom”, explica. 

 Durante a conversa com Bial, Luana também relembra o episódio de violência doméstica que sofreu anos atrás pelo ator Dado Dolabella e como passou a participar ativamente de uma militância feminista contra esse tipo de ação. “A violência é muito ruim no momento que ocorre, mas o depois eu acho que é pior. O julgamento das pessoas é algo que não consigo e nunca vou conseguir entender”, afirma.  

 Sua forte personalidade não poderia ficar de fora. Assumidamente sem “papas na língua”, a atriz explica por que vive se envolvendo em tanta polêmica. “Aqui no Brasil as pessoas me enxergam como briguenta, não como questionadora e exigente com meus direitos. Não brigo de graça, brigo pelos direitos que me são tolhidos”, admite.   

Após viver uma crise e reatar o relacionamento, Luana coloca na balança todas as experiências que teve até agora com o marido, Pedro Scooby, durante os seis anos de casados. “Nós somos mega parceiros, ele é muito meu amigo. Então, o casamento não estava mais como tinha sido acordado no início do relacionamento, e comprometimento para mim é muito sério. E depois que você é uma pessoa pública as coisas tomam proporções muito maiores do que realmente são”.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.