Header Ads

Discovery estreia série inédita "Bear Grylls Para Menores"


Geração Z encaram desafios em nova série. (Imagem/divulgação)
Nunca é cedo demais para estabelecer vínculo com a natureza, nem para superar os próprios limites. Bear Grylls sabe disso e, em sua nova empreitada, convida dez participantes com idades entre 12 e 15 anos para uma aventura de 12 dias no Parque Nacional Snowdonia, País de Gales.

A série inédita BEAR GRYLLS PARA MENORES (Bear Grylls Survival School) registra a jornada de cinco garotas e cinco garotos que aceitaram o desafio de Bear. A partir de 5 de março, às 22h20, os “Domingos Extremos” do Discovery revelam todos os momentos dessa imersão no mundo natural, acompanhando as conquistas e frustrações do grupo em 12 episódios com uma hora de duração.

Adam, Alanah, Azriel, Bailey, Charlie, Kieron, Lavinia, Maria, Savannah e Tara trazem consigo histórias de vida e habilidades muito diferentes – alguns são esportistas natos e adoram a vida ao ar livre; outros precisam de lições básicas sobre o mundo fora dos ambientes climatizados. Tara, por exemplo, age como líder e pratica diferentes modalidades esportivas; já Savannah não se imagina sem celular; Kieron passou a infância em lares provisórios e precisa aprender a trabalhar em grupo; Adam nasceu com uma deformidade no torso e encara o programa como a missão de demonstrar sua imensa capacidade.

Todos eles, entretanto, têm algo em comum: deixaram de lado a vida conectada, os celulares, videogames e o conforto de suas casas, dispostos a aprender o máximo que puderem. Ao longo da estada eles dormirão sob as estelas, descobrirão como buscar o próprio alimento e providenciar abrigos, escalarão paredões e descerão quedas d’agua; farão fogueiras para protegerem a si aos colegas. Nesse acampamento peculiar não faltarão oportunidades para os jovens mostrarem determinação, garra e exemplos de colaboração.

Na supervisão do grupo estão, além de Bear, três especialistas: Scott Heffield, ex-oficial da marinha britânica; Tim Treloar, especialista em montanhismo e expedições; e Sarah Thomson, especialista em atividades aquáticas. Eles serão os mentores do grupo.

A região escolhida para a aventura do grupo era o quintal do pequeno Bear Grylls. Brincando naqueles bosques, ele estabeleceu a relação com a natureza que o tornaria famoso como especialista em técnicas de sobrevivência: saber respeita-la e, ao mesmo tempo, desafia-la.  

O primeiro episódio apresenta os participantes e introduz o ritmo puxado das atividades: divididos em duas equipes eles terão de montar acampamento sozinhos, antes do pôr-do-sol. O prazo é dado pela natureza e os deixa com apenas duas horas para construírem as estruturas onde passarão a noite. O único alimento é pemmican, uma barra nutritiva muito usada pelos expedicionários no Ártico, feita de carne, frutas e gordura animal – literalmente, um aperitivo das refeições que estão por vir.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.