Header Ads

TLC estreia Comer, Beber e Tatuar e nova temporada de Masterchef México


Nova temporada de Masterchef  México. (Imagem/Divulgação)
As duas primeiras semanas de abril trazem novidades para a tela do TLC. A partir de quarta-feira, 5, às 22h10 vai ao ar a série inédita COMER, BEBER E TATUAR (Food Booze and Tattoos); a segunda edição da competição culinária de MASTERCHEF MÉXICO também tem largada em abril: quinta-feira, 13, às 21h20.

Brett Rogers é o anfitrião da cena boêmia de Johanesburgo em COMER, BEBER E TATUAR. Em cada episódio de meia hora, ele introduz o telespectador a locais onde a contracultura sul-africana se faz presente: bares, cervejarias e alambiques, restaurantes e estúdios de tatuagem.

A cada episódio, o apresentador visita diferentes estabelecimentos com propostas inovadoras. Ao conversar com seus fundadores e idealizadores, Brett descobre histórias de pessoas jovens, talentosas e determinadas. As narrativas individuais se entrelaçam a propostas  de negócio e processos de criação que tiveram início na força jovem para empreender a transformar. Em todas as paradas do roteiro, os chefs e especialistas em destilados preparam suas criações. Já dos estúdios de tatuagem, Brett pode sair com mais uma para a sua coleção.

Nova série "Comer, Beber e Tatuar". (Imagem/Divulgação)
Assim, COMER, BEBER E TATUAR revela o circuito alternativo da África do Sul, por onde circulam os inconformados, independentes, que ousaram criar negócios diferentes e dar novas tintas à maior cidade da África do Sul – que carrega a fama de cinzenta em virtude do passado relacionado à mineração, mas é feita de gente amigável e hospitaleira, nas palavras de Brett.

No primeiro episódio, o paresentador visita o The Lopard, onde Andrea Burgener e sua equipe de funcionários de longa data dão vida a pratos casuais e contemporâneas com sabores intensos,  referências africanas e preocupação ecológica. Ainda no Leopard, Brett prova um drink que une sabores marcantes em uma mistura à base de gim, limão, manjericão, alecrim flambado, absinto e caramelo caseiro.

Depois, a série vai até o SA Hardcore Studio, onde Pepi Dimevski utiliza suas origens macedônicas como inspiração para marcar a pele dos sul-africanos. Por fim, a série apresenta o Hell’s Kitchen, um bar com uma barbearia anexa – de onde Brett sai com um novo corte. Lá, uma bebida feita por um produtor local traz whisky de canela e virou a especialidade da casa: o Hell Fire . O segundo episódio é dedicado a mulheres que desafiam os estereótipos de gênero e fazem o que querem, como querem.

Na quinta-feira, 13 de abril, a maior competição culinária do mundo desembarca em terras mexicanas. A segunda temporada de MASTERCHEF MÉXICO vai ao ar a partir das 21h20 e reúne em seu time de jurados os chefs Betty Vázquez, Benito Molina e Adrián Herrera.

No primeiro episódio, trezentos competidores disputam as etapas de seleção preliminares – na primeira delas, serão escolhidos 50 e, na segunda,  os 18 melhores cozinheiros amadores do México recebem o  avental que garante a participação no programa.

Ao longo dos dezessete episódios, eles se enfrentarão em provas individuais e em grupo – depois de muitas “Caixas Supresa”, de orientações valiosas dos jurados e emoções intensas, o grande vencedor levará o título de MASTERCHEF MÉXICO junto ao prêmio de um milhão de pesos mexicanos.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.