Header Ads

O cineasta Leon Hirszman é homenageado no Curta! com programação especial


O cineasta Leon Hirszman é homenageado. (Imagem/Divulgação)
O trabalho de um dos principais nomes do Cinema Novo é destaque no Curta!. Na Quarta de Cinema, 17, o canal reverencia o cineasta brasileiro Leon Hirszman e exibe uma sequência de três programas com conteúdos do realizador ou sobre ele. Abrindo a dose tripla, às 20h, na faixa “A Vida é Curta!”, “Nelson Cavaquinho”,  documentário que Leon Hirszman dirigiu sobre o cotidiano do sambista. A produção ganhou o prêmio destaque do júri no Festival Brasileiro de Curta-Metragem, em 1971, e foi montada pelo amigo de Hirszman e também cineasta Eduardo Escorel. A parceria entre os dois se repete em “Deixa que eu falo”, documentário dirigido por Escorel sobre a trajetória de Hirszman, que será exibido às 21h. O protagonista conduz a produção por meio de depoimentos, expondo a síntese das esperanças e das frustrações de toda uma geração do cinema nacional. Encerrando a tripla homenagem na Quarta de Cinema, é a vez do episódio da série “Grandes Cenas” sobre o filme “Eles Não usam Black-Tie”. No programa apresentado por Matheus Nachtergaele, a atriz Fernanda Montenegro reflete sobre um dos momentos mais marcantes do longa dirigido por Hirszman em 1981: a ‘cena do feijão’.

Na Quinta do Pensamento, às 22h30, o Curta! exibe a última entrevista filmada do escritor norte-americano vencedor do prêmio Pulitzer Philip Roth. Em “Encontro com Philip Roth – Biografia de uma obra”, o diretor François Busnel apresenta o registro do encontro que teve com Roth, em junho de 2014, na casa dele, em Connecticut, nos Estados Unidos. Na sequência, às 23h30, Jean-Luc Nancy, um dos principais filósofos franceses em atividade, é o entrevistado do episódio inédito da segunda temporada da série “Incertezas Críticas”. Autor de uma bibliografia extensa, Nancy explica como a filosofia pode nos ajudar a compreender a vida, a arte e o amor no mundo contemporâneo. Produzida pela Grifa Filmes e dirigida por Daniel Augusto, “Incertezas Críticas” apresenta as reflexões de importantes pensadores da atualidade: Umberto Galimberti, Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry e Tzvetan Todorov. Eles falam sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história, trazendo para o debate questões relevantes da sociedade atual. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).

A história de um dos mais importantes e revolucionários personagens do teatro brasileiro é destaque no Curta! na Terça das Artes, 16, às 21h30, com “Evoé - Retrato de um Antropófago”. Filme de Tadeu Jungle e Elaine César sobre o diretor, ator e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa, o documentário reúne depoimentos recentes e imagens históricas da carreira do icônico líder do Teatro Oficina.

Ainda na Terça das Artes, às 23h30, é a vez do último episódio inédito da série original e exclusiva, “Estados da Arte”. Em “Índio”, o diretor Eduardo Goldenstein revela o engajamento e a luta de artistas pelas questões indígenas e ambientais. Cláudia Andujar, Ernesto Neto, Paula Borghi, Ailton Krenak e Ben Fonteles são alguns dos nomes entrevistados. Produzida pela Aion Cinematográfica, “Estados da Arte” investiga, em seus 12 episódios, a motivação, os pensamentos e as obras de artistas contemporâneos dos mais variados estilos. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).

Já na Sexta da Sociedade, 19, às 22h30, o canal apresenta mais um episódio inédito da produção original e exclusiva “Arqueologias – Em Busca dos Primeiros Brasileiros”. Em “Caçadores Coletores”, o diretor Ricardo Azoury de Aguiar mostra como a pedra lascada foi fundamental para o kit de sobrevivência do povo neolítico. Produzida pela Escrevendo Filmes, com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual, a série revela os vestígios pré-históricos do país e investiga quem teriam sido os primeiros humanos a habitar o Brasil.

Ainda na Sexta da Sociedade, às 23h30, a educação é o tema do episódio inédito da série exclusiva “Mish Mash – A Presença Judaica no Brasil”. No programa, depoimentos de Eva Blay, socióloga, professora aposentada, feminista, ex-senadora e fundadora da primeira delegacia de defesa da mulher no Brasil; e Arnaldo Niskier, jornalista, escritor, professor e integrante da Academia Brasileira de Letras. Eles resgatam as trajetórias de seus familiares imigrantes e conversam sobre trabalho e identidade judaica, entre outros assuntos.  A série original é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual e apresenta, a cada semana, dois personagens de origem judaica, suas histórias e contribuições profissionais para o país.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.