Header Ads

Segundas de Investigação do Discovery estreia quatro séries inéditas


Cena da produção local "Aeroporto: Área Restrita". (Imagem/Divulgação)
A partir do dia 29 de maio, o Discovery renova as SEGUNDAS DE INVESTIGAÇÃO com  quatro séries inéditas, entre elas a produção local AEROPORTO: ÁREA RESTRITA. A programação especial vai ao das 20h40 à meia noite.  Às 20h40, a estreia de AEROPORTO: ÁREA RESTRITA abre as SEGUNDAS DE INVESTIGAÇÃO e, semanalmente, terá dois episódios exibidos em sequência. Em seguida, às 21h30, acontece a estreia CONTROLE DE FRONTEIRAS (Border Control: Spain), também com dois episódios consecutivos; O SUBMUNDO DO TRÁFICO (The Traffickers) – no ar às 22h20 – e AS PIORES PRISÕES DO MUNDO (Behind Bars: The World's Toughest Prisons) – às 23h10 – fecham a noite das SEGUNDAS DE INVESTIGAÇÃO.

Uma coprodução entre Discovery e Moonshot Pictures, AEROPORTO: ÁREA RESTRITA documenta em 12 episódios o processo de inteligência de todos os departamentos e os bastidores das estruturas de segurança e combate ao crime atuantes no Aeroporto Internacional de São Paulo. A série de investigação revela com exclusividade – e nas palavras dos próprios agentes – como são montadas e executadas operações complexas que garantem a segurança dos passageiros. Durante três meses de gravações, a equipe teve acesso liberado em todos os departamentos e unidades de operação do aeroporto, o que resulta em imagens exclusivas e nunca antes divulgadas, como a incineração de entorpecentes interceptados por agentes.

No primeiro episódio, a polícia consegue encontrar uma mala com fundo falso onde estava carregamento com mais de cinco quilos de cocaína. Na torre de controle, a profissional de tráfego aéreo narra as tensões próprias de uma função na qual erros podem ser fatais. Em seguida, no segundo episódio de AEROPORTO: ÁREA RESTRITA, agentes da Polícia Federal recebem a denúncia de que um funcionário da pista vem violando bagagens para furto de pertences dos passageiros. Junto à Polícia Civil, é montada uma força-tarefa com o objetivo da prisão em flagrante.


Cena de "Controle de Fronteiras". 
Em episódios de meia hora, CONTROLE DE FRONTEIRAS percorre os principais portos, aeroportos e pontos fronteiriços da Espanha para mostrar o trabalho de profissionais que trabalham na detecção de bagagens e cargas suspeitas. A temporada de verão europeu, quando os portos, aeroportos e terminais rodoviários ficam abarrotados de turistas de diversas nacionalidades em busca de diversão no litoral espanhol, é também momento de alerta máximo para as autoridades que garantem a segurança na malha que integra os diferentes sistemas de transportes. O período de movimento intenso é o ponto de partida para a série que tem dois episódios exibidos em sequência a cada semana das SEGUNDAS DE INVESTIGAÇÃO.

No episódio de estreia, um barco suspeito é abordada pelo Serviço de Vigilância Alfandegária no porto de Algeciras – realizada à noite, a operação envolve alto risco. Enquanto isso, no aeroporto Adolfo Suárez – Madrid-Barajas, a guarda civil investiga passageiros em atividade suspeita.

Nelufar Hedayat em cena de "O Submundo do Tráfico".
O SUBMUNDO DO TRÁFICO revela as entranhas da rede mundial de comercialização ilícita. A série acompanha investigativo da jornalista Nelufar Hedayat para descortinar o submundo do tráfico e a trama internacional e clandestina para o comércio de armas, drogas, órgãos humanos, pessoas e animais.

Britânica de ascendência afegã, Nelufar já colaborou para veículos como BBC, The Mirror e The Guardian. Com a série, ela descobre as  consequências devastadoras do tráfico – para a sociedade e para as pessoas diretamente envolvidas.

Os cobiçados chifres de rinoceronte são o tema do primeiro episódio, que vai ao Vietnã e à África do Sul para descobrir as dimensões catastróficas da atividade clandestina com estreita relação com as redes de tráfico de drogas e de pessoas. No segundo episódio, Nelufar investiga a cadeia mortal que envolve um dos mamíferos mais traficados do mundo: o pangolim. Da China à Indonésia, a jornalista revela um mercado clandestino milionário que está prestes a extinguir a espécie.

Prisão em Madagascar em "As Piores Prisões do Mundo".
Fechando a noite de estreia das SEGUNDAS DE INVESTIGAÇÃO, vai ao ar às 23h10 a série AS PIORES PRISÕES DO MUNDO. Cada um dos seis episódios de uma hora adentra celas e corredores de cadeias em quatro diferentes continentes. Algumas delas são rígidas demais; outras são dominadas pelo crime; em todas elas a lei é a mesma: a do medo.

Os episódios imergem no universo dos detentos: a primeira noite na prisão,  a espera pelo julgamento e as dolorosas relações com os familiares, com o passado e com a vida que perderam para o crime. No primeiro episódio, a cadeia de Tent City, no Arizona, é o destino da série. Lá, tendas que sobraram da Guerra da Coreia são o alojamento para os detentos em meio ao clima desértico da região. Além das temperaturas que oscilam entre os 60 graus e noites congelantes, os prisioneiros lidam com táticas de controle heterodoxas implementadas pela direção: uniformes cor-de-rosa e canal culinário na TV enquanto o almoço de qualidade duvidosa é servido são algumas.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.