Header Ads

Série inédita e exclusiva do Curta! revela vestígios sobre quem teriam sido os primeiros brasileiros


Série 'Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros'. (Imagem/Divulgação)
Dirigida por Ricardo Azoury, a série “Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros” estreia no Canal Curta! e mostra, em seis capítulos, um pouco da cultura e dos hábitos dos nossos mais antigos ancestrais. Buscando explorar um período pouco conhecido e divulgado da história nacional, o programa retrata a pesquisa científica através de uma narrativa lúdica, capturada pelo olhar estético do fotógrafo. O primeiro episódio, “Amazônia 10 milhões”, que vai ao ar no dia 12 de maio, às 22h30, na Sexta da Sociedade, apresenta a região e suas particularidades como tema, desvendando uma série de costumes e estruturas organizacionais indígenas. Análises do solo, pinturas rupestres e decorações em cerâmicas são meios pelos quais os arqueólogos podem perceber características marcantes da vida primitiva. Com depoimentos de pesquisadores e arqueólogos, o episódio revela como a arqueologia ajuda a entender a ocupação das populações em regiões tropicais ao longo de milênios. 

Em uma destas pesquisas realizadas na Amazônia, por exemplo, descobriu-se que a tipologia encontrada em vasilhames de cerâmica é muito mais do que mera decoração, ela mostra a forte rede de comunicação dos povos antigos. De acordo com Helena Pinto Lima, do Museu Paranaense Emílio Goeldi, “O que se tem visto desde as ocupações antigas é o que aparenta ser uma sociedade organizada em rede. Comunicações em tornos de rede e não necessariamente com um único centro de maior status”. Essa foi apenas uma das descobertas realizadas pelos pesquisadores através dos vestígios encontrados na região.

Para a produtora da série, Juliana Reis, há algum tempo a antropologia vem gerando curiosidade nas pessoas porque traz mais informações sobre o passado e as origens. Mas não é fácil colocar este tema em uma produção audiovisual: “A antropologia é um assunto que não tem uma fotogenia muito boa porque lida com ossos, restos e pedaços de objetos. E é difícil trazer isso pro audiovisual. Mas os avanços tecnológicos permitem codificar estes objetos e torná-los mais acessíveis visualmente”.

 "Arqueologias, em busca dos primeiros brasileiros" é uma produção da Escrevendo Filmes, financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.