Header Ads

Canal VIVA - Destaques da programação de 12 a 18 de Junho


Destaques da programação Canal Viva. (Imagem/Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal Viva de 12 a 18 de Junho.

SANDY & JUNIOR
segunda-feira, dia 12 de junho, às 11h

No episódio “Um Estranho no Ninho”, Sandy, Junior e a turma se reúnem com os professores para um café da manhã especial. O único que não comparece é Basílio (Wagner Santisteban), mas o aluno tem um motivo plausível: está de olho em seu trailer para descobrir quem anda ‘roubando’ comida do estoque. Camilo (Geraldo Blota Filho) também comenta que percebeu que a capela do Cema (Centro Educacional Mário de Andrade) tem aparecido revirada toda a manhã.

Os meninos decidem ajudar Basílio e planejam uma armadilha para flagrarem o invasor. A missão vara a madrugada, todos pegam no sono até, finalmente, o estranho ser revelado: MC ou menor carente, como o próprio adolescente se apresenta.

SAI DE BAIXO
terça-feira, dia 13 de junho, às 21h

As atrizes Danielle Winits e Ingrid Guimarães são as convidadas especiais do episódio “Um Louro Chamado Desejo”. Danielle entra na história como Gabi, uma ricaça elegante e sensual. Já Ingrid chega ao apartamento do Largo do Arouche como Zildete, uma diarista muito fogosa.

Tudo começa quando Caco (Miguel Falabella) e Vavá (Luis Gustavo) passam a noite em uma balada e, pela manhã, já em casa, Caco descobre uma aliança no dedo, indicando que se casou com alguém durante a noitada. É aqui que Gabi entra na história, aparecendo no apartamento atrás do marido Caco. Ela e Magda (Marisa Orth) armam o maior barraco para ver quem ficará com o “louro dinamarquês”. Zildete, por sua vez, tenta seduzir Ataíde (Luiz Carlos Tourinho) e Vavá.

FAMÍLIA DINOSSAUROS
quarta-feira, dia 14 de junho, na faixa das 9h

No episódio “Histórias de Terror”, Bobby é convocado a ficar cuidando de Baby, enquanto o resto da família vai a uma apresentação no colégio de Charlene. Fran lhe pede um único favor: que o filho não deixe Baby comer biscoitos antes do jantar. É claro que o caçula apronta e engana o irmão.

Bobby fica revoltado ao ser desrespeitado e resolve dar o troco no pequeno, contando uma história cheia de mistérios e muito suspense. “A Maldição do Lobisomem” vai tirar o sono de Baby.

A DIARISTA
sexta-feira, dia 16 de junho, na faixa das 21h30

Em “Aquele do Paraguai”, Marinete (Claudia Rodrigues) ganha de Ferreirinha (Serjão Loroza) uma passagem para o Paraguai como quitação do pagamento de suas diárias que estavam atrasadas há três meses. Sabendo do sucesso que as muambas das sacoleiras faziam entre seu grupo de amigas, Nete resolve comprar algumas bugigangas para aumentar a renda.

As confusões começam logo no caminho, pois a diarista não imaginava que sua passagem era ‘de revezamento’, ou seja, ela teria que viajar 100 quilômetros sentada e 100 quilômetros em pé, com o banheiro do ônibus inutilizado e acabaria no bagageiro, dividindo espaço com uma família de peões. Em meio a tantos percalços, Marinete ainda conhece Ramon (Evandro Mesquita), um paraguaio trambiqueiro que se aproveita dela para transportar uma jóia roubada.

ESTAÇÃO GLOBO
sábado, dia 17 de junho, às 12h

Ivete Sangalo abre o “Estação Globo” cantando “Nosso Sonho” com Buchecha. Em seguida, é a vez da atriz e cantora Marjorie Estiano soltar a voz no palco. Um dueto também coloca o público para dançar: Marcelo D2 e Diogo Nogueira se juntam para apresentar a clássica “Nó Na Madeira”.

A edição deste sábado conta ainda com as participações da banda Calypso, do grupo Inimigos da HP e do cantor Lobão. Netinho e Araketu cantam hits do axé com Ivete.

GLOBO DE OURO
sábado, dia 17 de junho, às 22h30

Os apresentadores César Filho e Cláudia Raia comandam a atração, que começa com o dueto de Sandra de Sá e Billy Paul. Quem também marca presença no programa é a banda Reflexus, que embala o auditório com a música “Serpente Negra”.

Na vez de Fábio Jr., o artista canta a romântica “Caça e Caçador” e arranca gritos da plateia. Angélica também está entre as paradas de sucesso com “Primeiro Amor”. Mas é Roberto Carlos quem ganha o primeiro lugar com “Se o Amor Se Vai”.

Moraes Moreira, Ed Motta, Capital Inicial, Fagner e Oswaldo Montenegro também estão entre os destaques do “Globo de Ouro”.

RICARDO LINHARES É O CONVIDADO DE “DONOS DA HISTÓRIA”
domingo, dia 18 de junho, às 18h30

Desde a adolescência, Ricardo Linhares sempre sonhou seguir a carreira de escritor. Formado em jornalismo, o carioca participou de um curso ministrado pelo roteirista Doc Comparato na Casa de Artes de Laranjeiras, em 1983. Não demorou e logo foi convocado para participar da equipe de roteiristas do programa “Caso Verdade”, quando estreou na Globo. Na emissora, na mesma época, também integrou a equipe de uma oficina para redatores de humor e, em seguida, começou a escrever para o lendário programa “Viva o Gordo”.

A minissérie “A Máfia no Brasil” (1984) foi o primeiro trabalho de Ricardo como colaborador. No ano seguinte, foi a vez de trabalhar com Doc Comparato em “O Tempo e o Vento”. Sua primeira experiência em novelas veio em “O Outro” (1987), a convite de Aguinaldo Silva. Começava sua parceria com o autor, que se estendeu às tramas “Tieta” (1989), “Pedra Sobre Pedra” (1992), “Fera Ferida” (1993), “A Indomada” (1997) e “Porto dos Milagres” (2001). Com Walther Negrão, trabalhou em “Fera Radical” (1988). Já em 1990, formou trio com Ana Maria Moretzsohn e Maria Carmem Barbosa na autoria de “Lua Cheia de Amor” – a novela contou com a supervisão de texto de Gilberto Braga. Com o novelista, firmou uma parceria duradoura, que compreende os folhetins: “O Dono do Mundo” (1991), “Anos Rebeldes” (1992), “Celebridade” (2003), “Paraíso Tropical” (2007) e “Insensato Coração” (2011).

“Meu Bem Querer” (1998) marcou a estreia de Ricardo como autor principal. Outros destaques de sua carreira são: “Agora É que São Elas” (2003) e o remake de “Saramandaia” (2013).


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.