Header Ads



Curta! exibe o documentário "Raul - O Início, o Fim e o Meio"


Documentário "Raul - O Início, o Fim e o Meio". (Imagem/Divulgação)
Rock'n Roll, amor livre, sociedade alternativa, drogas, magia negra, ditadura militar, mulheres e filhas. Os temas que marcaram a vida de  Raul Seixas, um dos maiores ícones do rock brasileiro, estão  no documentário “Raul - O Início, o Fim e o Meio”, de Evaldo Mocarzel, Leonardo Gudel e Walter Carvalho. O longa será exibido na Segunda da Música, 26, às 22h30, semana em que o músico completaria 72 anos de idade. O público poderá conhecer um pouco mais sobre sua parceria com Paulo Coelho, seus casamentos e outros momentos marcantes de sua trajetória, guiados através de imagens raras de arquivo, depoimento de familiares, artistas, produtores e amigos que conviveram com o astro que continua a mobilizar fãs mesmo 20 anos depois de sua morte. A obra levou o prêmio de Melhor Documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em 2013.

Na Sexta da Sociedade, 30, às 23h30, é a vez do segundo episódio do documentário “O dia que durou 21 anos”. Dividido em três partes, em clima de suspense e ação, a produção apresenta os bastidores da participação do governo dos Estados Unidos no Golpe Militar de 1964, que instaurou a ditadura no Brasil e durou até 1985. Pela primeira vez na televisão, textos de telegramas, áudio de conversas telefônicas, depoimentos contundentes e imagens inéditas também fazem parte dessa série iconográfica, narrada pelo jornalista Flávio Tavares, que participou da luta armada, foi preso, torturado e exilado político. 

Na faixa “A Vida é Curta!”, na Quarta de Cinema, 28, serão exibidos dois curtas nos quais as palavras são fontes de arte. Estreando no canal, “Meia hora com Darcy”, de Roberto Berliner, apresenta uma conversa do cineasta com o antropólogo e político Darcy Ribeiro.  Expressando-se com a habitual veemência e paixão, Darcy Ribeiro discorre sobre grande gama de assuntos. Após a sua morte, Berliner decidiu apresentar o depoimento histórico em tempo real, sem cortes. Em seguida, o curta “Formas do Afeto. Um Filme sobre Mario Pedrosa”, de Nina Galanternick, faz uma abordagem afetiva da relação entre Mário Pedrosa, um dos maiores críticos de arte do século XX, e alguns dos mais importantes artistas brasileiros conduzindo o espectador a uma viagem pela arte brasileira a partir da década de 1950. 

O episódio inédito da segunda temporada da série “Incertezas Críticas”, na Quinta do Pensamento, 15, às 22h30, traz o professor e romancista francês Antoine Compagnon, docente no Collège de France, em Paris, e na Columbia University, em Nova York. Autor de diversos livros de história e crítica literária, Antoine Compagnon aborda sua paixão pela literatura, a importância da escrita e alguns autores fundamentais, como Proust e Montaigne. Além disso, ele discorre sobre as propostas da literatura no novo milênio e sobre o prazer de ensinar.  Produzida pela Grifa Filmes e dirigida por Daniel Augusto, “Incertezas Críticas” apresenta em 26 episódios as reflexões de outros importantes pensadores da atualidade: Umberto Galimberti, Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry e Tzvetan Todorov. Eles falam sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história, trazendo para o debate questões relevantes do mundo contemporâneo. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.