Header Ads

Breaking News

Investigação Discovery estreia a série inédita "Silêncio Mortal"


Nova série "Silêncio Mortal". (Imagem/Divulgação)
Há algo de realidade nos personagens cruéis que protagonizam filmes de terror – aqueles que fazem sofrer e matam por prazer. A partir desta segunda-feira, 3 de julho, às 23h10 o Investigação Discovery estreia a série SILÊNCIO MORTAL (Silent Dead) e recapitula crimes que poderiam ser retirados de roteiros cinematográficos, mas foram cometidos por assassinos de verdade, provas vivas de que o mal existe e está à espreita.

A produção utiliza dramatizações para reconstruir os crimes e as investigações que os sucedem. O estilo narrativo da série privilegia o suspense e os fatos se desenrolam sem que se saiba qual será o momento crucial que fará a diferença entre sobreviventes e vítimas fatais.

Cada episódio de uma hora destaca um crime que entrou para os arquivos policiais como emblemas da crueldade humana, desde os momentos que antecedem assassinatos, enquanto as mentes criminosas elaboram planos sofisticados para satisfazer sua necessidade por morte, a atmosfera sombria que cerca os homicídios e o trabalho de detetives e peritos forenses que buscam os culpados enquanto tentam oferecer justiça às famílias das vítimas.

Depoimentos dos oficiais da polícia, de jornalistas que trabalharam na cobertura dos casos, de familiares das vítimas e de sobreviventes completam o panorama oferecido pela série e deixam claro que, por mais difícil que seja acreditar, tudo aquilo aconteceu.

No episódio de estreia, SILÊNCIO MORTAL conta um caso que se desenrolou por mais de duas décadas. Era 1981 quando os voluntários Susan Ramsay e Robert Mountford Jr. faziam uma trilha bucólica perto dos Apalaches, em uma missão beneficente para ajudar crianças a procura de um lar. Perto de um refúgio, os dois encontram outro jovem que parecia tímido e se juntou a eles. A dupla ainda não sabe, mas a generosidade de acolher um estranho lhes servirá como sentença de morte.

Em 2008, Sean Farmer está a caminho de uma pescaria com seu melhor amigo, em um local próximo de onde Susan e Robert estiveram há mais de vinte anos. Um terceiro pescador chamado Ricky Williams se junta ao grupo e relembra a história dos assassinatos em uma conversa à beira da fogueira, no que parecia ser mais uma das histórias horripilantes de acampamento. Em algum momento, os destinos de Susan, Robert e Sean irão se encontrar naquele bosque desolador e lúgubre.

Na semana seguinte, o segundo episódio de SILÊNCIO MORTAL conta o caso de um casal de namorados que inadvertidamente cruzou o caminho de um assassino que deixara um rastro de morte e tristeza. Ashley Freeman, sobrevivente do ataque, conta o próprio drama às câmeras.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.