Header Ads

Breaking News

O olhar de Maria Ribeiro sobre o diretor Domingos de Oliveira chega à tela do Curta!


Destaques da programação Canal Curta!. (Imagem/Divulgação)
Um dos mais importantes diretores de cinema e de teatro do país, Domingos de Oliveira é investigado pelo olhar da atriz, diretora e amiga do artista, Maria Ribeiro no documentário “Domingos”, destaque da Terça das Artes, 4, às 22h. No longa-metragem, o público poderá conferir as motivações, as inquietações, as produções e o cotidiano do diretor. Parceiros de peso, como Paulo José, que atuou nos primeiros filmes de Domingos, e a grande dama do teatro e da televisão brasileira, Fernanda Montenegro, amiga e parceria de toda a vida, participam da produção aclamada pela crítica. 

No episódio inédito da série “Designers do Brasil”, também na Terça das Artes, 4, às 23h30m, o personagem é o designer Fred Gelli. Considerado uma das 100 pessoas mais criativas do mundo pela Fast Company Magazine, Gelli foi o criador das marcas das Olimpíadas e das Paralimpíadas do Rio de Janeiro e um dos diretores criativos da cerimônia de abertura das Paralimpíadas. No programa dirigido por Adélia Borges e DJ Dolores, Fred Gelli revela como utiliza design e branding com o objetivo de criar conexões sustentáveis entre pessoas e marcas.

Na Quarta de Cinema, a faixa “A Vida é Curta” desta semana exibe histórias fortes, daquelas que deixam o público com ‘nó na garganta’. Abrindo a sequência, o curta “Uma família ilustre” no qual Beth Formaggini registra a conversa entre Cláudio Guerra, ex-delegado da Polícia Civil que assassinou e incinerou militantes contrários à ditadura, e o professor Eduardo Passos, psicólogo clínico que trabalha com direitos humanos. "Uma Família Ilustre" estreou no Curta! em junho e em outubro ganhou o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de 2016 na categoria Melhor Curta-metragem Documentário. Depois, é a vez de “Memória”. Dirigido por Roberto Henkin, o curta-metragem roteirizado em parceria com Jorge Furtado, apresenta um ano decisivo para o Brasil quando acontece a primeira eleição presidencial direta em três décadas. Encerrando a faixa especial, “Ameaçados”, de Julia Mariano, mostra pequenos agricultores do sul e sudeste do Pará, que lutam por um pedaço de terra para plantar e viver.

No novo inédito da segunda temporada da série “Incertezas Críticas”, na Quinta do Pensamento, 6, às 22h30, o crítico, historiador da arte e professor na Universidade de Princeton, Hal Foster, discute a arte contemporânea, sua relação entre arte e conhecimento e comenta as características da arte na sociedade do espetáculo.

Já na Sexta da Sociedade, 7, às 23h30, é a vez do último dos três episódios do documentário “O dia que durou 21 anos”, produção sobre a instauração dos sombrios anos da ditadura militar no Brasil. Em clima de suspense e ação, a produção apresenta os bastidores da participação do governo dos Estados Unidos no Golpe Militar de 1964, que instaurou a ditadura no Brasil e durou até 1985. Pela primeira vez na televisão, documentos do arquivo norte-americano, classificados durante 46 anos como "Top Secret", serão expostos ao público. Textos de telegramas, áudio de conversas telefônicas, depoimentos contundentes e imagens inéditas também fazem parte dessa série iconográfica, narrada pelo jornalista Flávio Tavares, que participou da luta armada, foi preso, torturado e exilado político. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.