Header Ads

A&E - Destaques da programação de 10 a 16 de Julho


Destaques da programação A&E. (Imagem/Divulgação)
Confira os destaques da programação do canal A&E de 10 a 16 de Julho. O canal apresenta as estreias de 60 Dias Infiltrados na Prisão: Atlanta (12) e da quinta temporada de Longmire (14).

O canal também exibe o inédito Superbad: É Hoje, na faixa A&E Movies (16) e episódio inéditos de Acumuladores Compulsivos, As Filhas da Poligamia, Casos Arquivados, BULL, Preamar, NCIS: New Orleans e NCIS: Los Angeles.

10/7, segunda-feira, 23h15

Lares impróprios para moradores em cuidados médicos, nos casos desta segunda de Acumuladores Compulsivos

Os personagens de Acumuladores Compulsivos (Hoarders), série exclusiva do A&E, parecem pessoas comuns, mas escondem transtornos que muitas vezes os levam a perder família, amigos, dignidade e também a liberdade. Eles fazem de suas casas ambientes insalubres, pois acumulam objetos que não têm nenhuma utilidade, transformando os espaços em verdadeiros lixões. Muitos estão prestes a serem despejados ou sofrerem intervenção de entidades de saúde pública, em virtude de denúncia de vizinhos incomodados com tamanha sujeira e desordem.

Ao contrário de colecionadores, são pessoas que sofrem do transtorno mental conhecido como colecionismo. Elas têm uma condição patológica séria e participam do programa com tratamento específico para cada caso, sempre com a orientação qualificada de terapeutas, na tentativa de recuperá-las desse transtorno.

No episódio inédito de hoje, Leza acumulou tanto lixo em sua casa que a prefeitura a declarou inabitável e lhe deu um prazo para limpar tudo para não perdê-la. No outro caso, Linda é obrigada a higienizar sua habitação, pois só assim os médicos irão deixar que seu esposo recém-operado volte para casa.

11/7, terça-feira, 20h

Irmãs ajudam um espião a escapar da Ordem, no episódio inédito de As Filhas da Poligamia

Algumas pessoas nascem em uma cultura de poligamia e se veem sem opção de abdicar desse tipo de vida. A única alternativa acaba sendo fugir da família. É o que mostra o A&E na série documental As Filhas da Poligamia (Escaping Polygamy), que revela o mundo da poligamia por meio de três mulheres que decidiram escapar de uma das maiores seitas dessa prática dos Estados Unidos, conhecida como Clã Kingston.

Dez anos após a fuga, elas se propõem a ajudar outros jovens, mulheres e meninos, a se libertarem dos abusos desse estilo de vida em que também se propaga a doutrina do incesto e casamento entre parentes. Em cada episódio, de uma hora de duração, três irmãs ajudam amigos e estranhos que se encontram em várias etapas para abandonar a poligamia – alguns somente reconhecem a necessidade de sair, outros buscam ativamente uma fuga e muitos lutam para se adaptar às duras realidades desse mundo.

As três jovens irmãs, Jessica, Shanell e Andrea abandonaram valentemente o Clã Kingston, um dos grupos fundamentalistas mais fortes dentro do mundo da poligamia, localizado em Salt Lake City, Utah, e que soma mais de 200 meio-irmãos frutos desse tipo de relacionamento. O grupo, também conhecido como A Ordem, é atualmente liderado pelo próprio pai das irmãs, Daniel Kingston, que ostenta várias esposas.

No episódio Não sem a minha filha, as irmãs seguem a pista de um espião que põe em jogo sua vida para alertá-las sobre como o FBI está investigando os negócios da Ordem. Mas quando os líderes da organização o descobrem, as garotas devem buscar uma maneira de ajudá-lo a escapar. Será que chegarão a tempo?

11/7, terça-feira, 23h15

Episódio inédito de Casos Arquivados investiga o misterioso assassinato de uma viúva

O A&E traz de volta a série indicada ao Emmy, Casos Arquivados (Cold Case Files). Com uma nova roupagem e um novo olhar, apresenta casos que ficaram arquivados durante anos e mostra os esforços de detetives para solucionar esses crimes.

Existem mais de 120 mil casos arquivados nos Estados Unidos e somente 1% terá alguma solução. Em Casos Arquivados, série criada em 1998, detetives revivem os eventos dos crimes e revelam novas reviravoltas e informações surpreendentes, oferecendo à audiência uma imersão completa nesses casos trágicos. E, com o apoio de tecnologia forense avançada e influência das mídias sociais, trabalham em busca da solução desses casos, tão aguardada por familiares e amigos das vítimas.
Cada um dos dez episódios dos novos Casos Arquivados abordará um crime que ficou sem solução durante anos, e que será apresentado por meio de dramatizações e depoimentos em primeira pessoa dos detetives e entes queridos envolvidos em experiências comoventes.

No inédito desta terça, Um assassino escapa, a família de uma viúva recente decide colocá-la mais perto de sua casa para poder dar-lhe assistência. Mas quando eles a visitam, descobrem o seu corpo e o de uma jovem mulher coberta de sangue.

ESTREIA - 12/7, quarta-feira, 23h

Terceira temporada de 60 Dias Infiltrados na Prisão leva experimento para uma penitenciária de Atlanta

A série 60 Dias Infiltrados na Prisão (60 Days In) acompanha a rotina de detentos na penitenciária de Fulton County, uma das mais perigosas dos Estados Unidos, em Atlanta, nesta terceira temporada. Com um número de internos cinco vezes maior que o das últimas duas temporadas, problemas crescentes com drogas, gangues poderosas e a constante ameaça da violência, participantes inocentes e voluntários entram profundamente no perigoso mundo da vida carcerária. Nesta nova edição, nove infiltrados, inocentes e voluntários, participam nesse experimento para conhecer de perto o sistema de justiça criminal.

A penitenciária de Fulton County, chefiada pelo Coronel Mark C. Adger, está contaminada com gangues rivais, drogas e corrupção. Depois de saber do grande sucesso das temporadas anteriores em Clark County, Indiana, o Coronel Adger decidiu utilizar o experimento com civis inocentes para chegar à raiz desses problemas.

Os participantes de 60 Dias Infiltrados na Prisão: Atlanta incluem um professor de educação especial que trabalha com jovens em situação de risco; um homem que acredita que o sistema prejudica os afro-americanos e quer ajudar a combater a discriminação; um ex-oficial de carceragem que quer ver como é quando os papeis se invertem; uma mulher que conheceu seu marido quando ele estava na cadeia e espera entender o comportamento institucionalizado; e um oficial da Marinha que pretende trabalhar na polícia, entre outros.

No episódio de estreia, Bem-vindos à prisão, a penitenciária do condado de Fulton está pronta para receber os 17 voluntários infiltrados, escolhidos pelo coronel Mark Adger. Eles o ajudarão a entender como funciona internamente o dia a dia carcerário para dar-lhe subsídios para combater o contrabando e a violência das gangues, mas do lado de dentro.

13/7, quinta-feira, 23h15

No inédito de BULL, Dr. Jason assume o caso de um jogador de videogame profissional acusado de corrupção

Brilhante, impulsivo e encantador, Dr. Bull é um psicólogo e mestre manipulador supremo, combinando como ninguém a psicologia, a intuição humana e os dados da mais alta tecnologia para chegar ao fundo da mente dos jurados, advogados, testemunhas e acusados em cada um dos casos em que atua. Esse é o mote da série BULL, protagonizada por Michael Weatherly (NCIS) como Dr. Jason Bull, atração exclusiva do A&E.

BULL é inspirada no começo de carreira do doutor, escritor best-seller e apresentador de TV Dr. Phil McGraw (que se tornou conhecido ao participar do programa de Oprah Winfrey a ponto de conquistar o seu próprio programa de TV), fundador de uma das empresas mais bem-sucedidas de assessoria e preparação jurídica.

Em sua empresa, Bull conta com uma equipe notável de especialistas que o ajudam na tarefa de dar forma, até o último detalhe, às narrativas de seus clientes submetidos a julgamentos. São eles: seu engenhoso ex-cunhado Benny Colón (Freddy Rodríguez, de The Night Shift, Six Feet Under, Ugly Betty), um advogado que atua como defensor nos julgamentos simulados pela própria empresa; Marissa Morgan (Geneva Carr , de Law and Order: Criminal Intent), uma especialista em neolinguística do Departamento de Segurança Nacional; a ex-detetive do Departamento de Polícia de Nova York Danny James (Jaime Lee Kirchner, de Necessary Roughness, Mercy), uma investigadora dura e altamente confiável; a hacker Cable McCrory (Annabelle Attanasio, de The Knick), uma millenial arrogante, encarregada de coletar toda a informação cibernética possível; e Chuck Palmer (Chris Jackson, de Oz, The Good Wife, Moana), um estilista e ex-jogador de futebol americano, a cargo de tudo relacionado com o aspecto visual e estético dos clientes no momento do julgamento.

Deste modo, enfrentando julgamentos de alto risco, com todas as probabilidades contra, a fórmula BULL – um notável conhecimento da natureza humana, três PhDs e uma equipe de primeira classe – gera as estratégias vencedoras para inclinar a balança em benefício de seus clientes.

Em A queda, um jogador de vídeo games profissional é acusado de perder o campeonato por dinheiro. Bull o ajudará a acusar o seu ex-treinador por difamação e tentará provar que seu cliente é um vencedor nato, incapaz de deixar de ganhar.

ESTREIA - 14/7, sexta-feira, 21h10

O xerife Walt Longmire está de volta ao A&E, com a estreia da quinta temporada de Longmire

Longmire (imagem), cuja quinta temporada o A&E estreia nesta sexta, é baseada na série de livros policiais escrita por Craig Johnson e adaptada por Hunt Baldwin e John Coveny (The Closer). Ambientada na cidade rural de Absaroka, em Wyoming, a produção acompanha a vida do ex-combatente do Vietnã Walt Longmire (Robert Taylor, o agente Jones de Matrix). Dedicado e incorruptível, o xerife Walt retorna ao trabalho após a morte de sua mulher. Carismático, ele é conhecido por seu humor, sua força e seu estilo que evoca épocas passadas. Sua dedicação à lei e sua paixão pelo distante Oeste fazem dele um agente perfeito da ordem.

Na quarta temporada, o xerife Walt Longmire e seus aliados tentaram deixar os eventos problemáticos do passado para trás. Mas, assim que uma segunda chance para todos parecia possível, a abertura de um cassino na reserva trouxe novos e obscuros problemas para a área de Walt no Wyoming. E, cada vez mais, ficou mais claro que algumas pessoas não podem se mover até que tenham perdoado ou vingado as injustiças do passado.

Nesta nova leva de episódios inéditos, os personagens enfrentarão muita tensão, conflitos pessoais e terão sua lealdade testada. E Walt poderá finalmente acertar sua vida amorosa.

No episódio de estreia, Neblina que não desaparece, Cady (Cassidy Freeman) faz uma oferta de trabalho para Walt, que com a ajuda de Vic (Katee Sackoff) tenta descobrir o que aconteceu em sua cabana, enquanto ainda procuram por Donna (Ally Walker). Além disso, Mathias (Zahn McClarnon) tem um acordo para propor a Henry (Lou Diamond Philips).

14/7, sexta-feira, 23h15

No episódio inédito de Preamar, Velasco confronta seu filho sobre o envolvimento com atividades ilícitas

Destaque no A&E, a série nacional Preamar, produzida pela Pindorama Filmes em parceria com a HBO Latin America, acompanha João Ricardo Velasco, um rico e bem-sucedido empresário, que faz uma aposta errada no mercado financeiro e perde tudo, com exceção de um apartamento na Vieira Souto, em Ipanema. Em busca de novos meios para ganhar dinheiro, descobre o mercado informal das praias do Rio de Janeiro.

Sem revelar nada sobre a situação à família, Velasco (Leonardo Franco) começa a atuar no mercado informal da praia, que segue regras próprias. Em pouco tempo, torna-se sócio do mandachuva de Ipanema, e dono de barracas, Xerife (Roberto Bomfim).

Também no elenco, Paloma Riani (Isabel), Hugo Bonemer (Fred), Jessika Alves (Manu), Rui Rezende (Nonato), Karen Junqueira (Paula), Laura Prado (Pri), Igor Cosso (Gustavo), Eliana Pittman (Da Guia), Sóstenes Vidal (Biu), Mumuzinho (Wallace), Allan Souza (Rai), Sandro Rocha (Tchelo) e Thiago Amaral (Pepete), entre outros. Exibida pelo HBO em 2012, a série foi criada por Estevão Ciavatta, Patrícia Andrade e William Vorhees, e tem direção de Ciavatta, Anna Muylaert, Marcus Baldini, Mini Kerti, Márcia Faria e Lao de Andrade. O nome Preamar também significa maré alta.

No episódio Águas profundas, Fred sai de circulação por uns dias temendo que a polícia encontre provas do seu envolvimento com a morte de um barraqueiro. Velasco aproveita esse tempo para investigar mais a vida do filho e acaba no encalço de Paula, fingindo ser de São Paulo e de estar à procura de companhia. Maria Isabel ouve de sua manicure a história de um rico que quer investir na praia, mas não dá importância. Enquanto Velasco e Paula se encontram num quarto de hotel, Wallace revela a Xerife que Fred é filho de Velasco, deixando-o furioso. No dia seguinte, o ex-executivo diz ao filho que já sabe de toda a verdade, mas é Fred quem dá o xeque-mate.

15/7, sábado, 21h35

No episódio de NCIS: New Orleans, equipe investiga a ligação entre um assassinato local e um sequestro no México

A mais recente franquia do sucesso NCIS retorna ao A&E em sua terceira temporada. NCIS: New Orleans acompanha a rotina de agentes especiais do departamento do Serviço de Investigações Criminais e Navais enquanto desvendam crimes relacionados a militares, em uma das cidades mais festivas dos Estados Unidos. A diversidade cultural de New Orleans é um dos diferenciais da produção, também repleta de ação.

Quem continua liderando os investigadores é o agente especial Dwayne Pride (Scott Bakula, de Behind the Candelabra e Looking), um nativo da cidade determinado a fazer o que é correto. Seus parceiros são os agentes especiais Christopher Lasalle (Lucas Black), que brinca o tempo todo, mas também trabalha pesado, e Meredith ‘Merry’ Brody (Zoe McLellan), uma interrogadora carismática e durona, que veio do departamento de Great Lakers em busca de um recomeço. Dando suporte a eles, está a médica legista Dr. Loretta Wade (CCH Pounder), tão excêntrica quanto esperta. A colorida e turística cidade de New Orleans é um imã para pessoas que estão em busca de diversão e, quando os excessos são seguidos de problemas, o time de Pride entra em ação.

No inédito desta semana, Homem em chamas, a morte de um oficial condecorado em um estádio esportivo parece estar vinculada a um sequestro de outro oficial no México. E a equipe NCIS terá de encontrar a conexão entre ambos os casos.

15/7, sábado, 22h25

Sam e Callen voam para Tóquio disfarçados de executivos, em mais uma missão secreta, no episódio de NCIS: Los Angeles

Nos novos episódios da oitava temporada de NCIS: Los Angeles, os agentes especiais Chris O’Donnell e LL Cool J seguem em sua tarefa arriscada de capturar os criminosos mais perigosos de Los Angeles.

A série dramática NCIS: Los Angeles mostra em detalhes os riscos assumidos por uma divisão de NCIS encarregada de prender criminosos perigosos e fugitivos, que representam uma ameaça para a segurança da nação. Ao assumir identidades falsas e utilizar a tecnologia mais avançada, essa equipe de agentes altamente capacitados trabalha de forma secreta, colocando suas vidas na linha de fogo para alcançar seus objetivos. O agente especial “G” Callen (Chris O’Donnell) é um camaleão que se transforma em quem for preciso para se infiltrar no mundo do crime. Seu companheiro é o agente especial Sam Hanna (LL Cool J), ex-oficial da Marinha dos EUA e que lutou no Afeganistão e no Iraque.

A equipe tem a ajuda de Henrietta “Hetty” Lange (Linda Hunt), encarregada de supervisionar o pessoal e fornecer-lhes todas as ferramentas necessárias, desde as câmeras de microvigilância até os veículos. A agente especial Kensi Blye (Daniela Ruah) é a brilhante filha de um oficial assassinado, e que vive para a adrenalina do trabalho secreto. Marty Deeks (Eric Christian Olsen) é um detetive secreto experiente da polícia de Los Angeles, que foi recrutado por Hetty para a equipe. Armada com os mais avançados equipamentos de alta tecnologia e enviada regularmente a situações de perigo. Essa forte unidade se apoia entre si para fazer o necessário para proteger os interesses nacionais.

No inédito 819 - 767, um engenheiro tenta fugir com os planos de um destroier da Marinha. Sam e Callen terão de se disfarçar de executivos em um voo para Tóquio, para evitar que os planos sejam vendidos.

ESTREIA - 16/7, domingo, 19h30

Neste domingo, a faixa A&E Movies estreia a comédia Superbad: É Hoje

O A&E apresenta a comédia Superbad: É Hoje, que está completando dez anos de lançamento nos cinemas. Na trama, em uma de suas últimas noites como estudantes do ensino médio, Evan (Michael Cera) e Seth (Jonah Hill), dois amigos inseparáveis, mas que vão agora para faculdades diferentes, enfrentam várias dificuldades para comprar bebidas para uma festa - para a qual convidaram as garotas de seus sonhos.

Cada um do seu jeito, eles terão de superar suas frustrações com as mulheres no fim desta fase de suas vidas.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.