Header Ads



Episódio inédito de ‘Grandes Cenas’ apresenta Paulo José e Leila Diniz no Canal Curta!


Canal Curta! exibe episódio inédito de "Grandes Cenas", entre outros destaques. (Imagem/Divulgação)
Em 1966, estreava “Todas as mulheres do mundo”, longa-metragem dirigido por Domingos Oliveira e eleito um dos melhores de todos os tempos pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Cinquenta anos depois do lançamento no cinema, o filme é destaque da série exclusiva do Curta! “Grandes Cenas”, apresentada por Matheus Nachtergaele. Na Quarta de Cinema, 19, às 23h30, o episódio inédito traz a análise do cineasta Jorge Furtado - que declarou ser "Todas as Mulheres do Mundo" seu longa brasileiro preferido - sobre uma das principais sequências: a ‘cena do poema’. Ela é considerada quase como a versão fictícia de uma ‘sessão de terapia’ entre Domingos Oliveira e Leila Diniz, uma vez que o diretor e a atriz haviam terminado um relacionamento quando o longa-metragem foi rodado. “Todas as mulheres do mundo” narra o encontro do mulherengo Paulo, personagem do ator Paulo José, com a jovem Maria Alice, interpretada pela saudosa Leila Diniz. Produzida pela Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, "Grandes Cenas" é produção exclusiva do Curta! financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Os personagens, as canções e as histórias de uma das mais importantes bandas de rock do Brasil retornam ao Curta! na Segunda da Música, 17, às 22h, com a reapresentação do documentário exclusivo “Barão Vermelho: por que a gente é assim?”. O filme mostra a trajetória do grupo que surgiu em 1981, da vontade dos amigos Guto Goffi e Maurício Barros de criar uma banda de rock´n roll. Estão lá, desde o convite a Roberto Frejat, Dé Palmeira e a caça ao vocalista ideal, Cazuza, até suas mais recentes formações. É o percurso de um conjunto que marcou a música brasileira ao ser um dos precursores do chamado BROCK, movimento musical do rock nacional. Dirigido por Mini Kerti, o longa é uma coprodução entre o Barão Vermelho e a Conspiração Filmes, e teve financiamento pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Na Terça das Artes, 18, às 23h30m, o episódio inédito da série “Designers do Brasil” destaca um dos principais nomes da colaboração entre design e artesanato na América Latina: Heloísa Crocco. Designer e artista plástica, Heloísa desenvolve projetos não apenas no Brasil, como também na Colômbia, Uruguai, entre outros países latinos. No programa dirigido por Adélia Borges e DJ Dolores, Heloísa Crocco apresenta seu olhar atento à natureza e revela a pesquisa sobre as formas dos veios das madeiras brasileiras, que tem aplicações em louças, roupas de cama, móveis e até chocolates.

Na Quarta de Cinema, 19, a partir das 20h, a faixa “A Vida é Curta” é dedicada às biografias musicais. O primeiro filme é o documentário “Tim Maia”, de Flávio Tambellini. No curta de 1987, o pensamento do ‘síndico’ Tim Maia é apresentado numa linguagem antiacadêmica, misturando bate-papo e música, deixando a montagem fluir no swing de Tim. Na sequência, é a vez do documentário “Nelson Cavaquinho”. O cotidiano do sambista é revelado pelo diretor Leon Hirszman. A produção ganhou o prêmio destaque do júri no Festival Brasileiro de Curta-Metragem, em 1971, e foi montada pelo amigo de Hirszman e também cineasta Eduardo Escorel. Encerrando a sequência musical, é a vez de “Macau, do jeito que sua alma entende”, de Daniel Tupinambá. O documentário registra o lançamento do primeiro disco de Macau, compositor da lendária canção “Olhos Coloridos”, imortalizada na voz de Sandra de Sá.

O episódio inédito da segunda temporada da série “Incertezas Críticas”, na Quinta do Pensamento, 20, às 23h30, traz o alemão Andreas Huyssen, professor de literatura na Columbia University, em Nova York. Neste programa, gravado em seu escritório na universidade, Andreas fala sobre a relação entre memória, história e trauma. A diferença entre modernidade e modernismo e os limites da representação na arte são outros temas abordados na entrevista do diretor Daniel Augusto. Produzida pela Grifa Filmes e dirigida por Daniel Augusto, “Incertezas Críticas” apresenta em 26 episódios as reflexões de outros importantes pensadores da atualidade: Umberto Galimberti, Jacques Rancière, Christian Boltanski, Axel Honneth, Andreas Huyssen, Antoine Compagnon, Elisabeth Roudinesco, Georges Didi-Huberman, Hal Foster, Jean-Luc Nancy, Jonathan Crary, Luc Ferry e Tzvetan Todorov. Eles falam sobre arte, política, literatura, economia, relações internacionais, sociedade e história, trazendo para o debate questões relevantes do mundo contemporâneo. A série é financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 02/2013).

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.