Header Ads

Terceira temporada de Uma Mulher de Peso estreia no TLC nesta sexta-feira


Novos episódios de "Uma Mulher de Peso". (Imagem/Divulgação)
Na sexta-feira, 25 de agosto, às 21h20, Whitney Thore retorna ao TLC para a terceira temporada de UMA MULHER DE PESO (My Big Fat Fabulous Life). São onze novos episódios que acompanham uma fase crítica na vida da dançarina: embora tenha afastado a ameaça da diabetes, ela segue com questões urgentes relacionadas à própria saúde.

Na temporada passada, Whitney iniciou uma nova rotina de exercícios, modificou os hábitos alimentares e emagreceu 45kg – mas o peso voltou e, com o ponteiro da balança marcando 180 quilos, surgiram sérios inconvenientes. Depois recuperar a autoestima e de ajudar muitas mulheres a fazerem o mesmo, Whitney encara mais um grande desafio: os recentes problemas de saúde reaparecem em um momento crucial para a carreira, fazendo com que ela tenha de restabelecer prioridades, reorganizar a rotina e, novamente, superar seus limites.

No primeiro episódio da nova temporada, Whitney trabalha duro para organizar a maratona de dança beneficente em favor de um abrigo para animais. O evento precisa ser um sucesso e Whitney assume o comando, procurando doadores e agindo como orientadora e motivadora das alunas.

Depois de quatro horas dançando, ela é levada às pressas para o hospital e percebe que, além da carreira, existem outras necessidades urgentes. Pela primeira vez, os amigos confrontam Whitney sobre a discrepância entre seus hábitos e a mensagem de vida saudável que ela transmite a seus alunos e seguidores.

A nova temporada começa com Whitney imersa nesse turbilhão de mudanças drásticas enquanto mantém sua luta pela autoestima feminina. O namoro de Whitney e Lennie está prestes a completar um ano; a paixão inicial já passou e os dois lidam com o as mudanças dos próprios sentimentos. Como se não bastasse, Buddy, com quem ela divide a casa e já teve envolvimento romântico, está namorando a melhor amiga de Whitney, Heather – embora não tenha sentimentos por Buddy, Whitney admite que as emoções ficaram confusas.

Ainda no episódio de estreia, na casa dos pais, a dançarina tenta ensinar a mãe, Babs, a mandar mensagens de texto picantes para Glenn, o pai. Eis que Babs surpreende a filha com a fotogenia que guarda desde os tempos de modelo, nos idos de 1970, e com brincadeiras de duplo sentido.

Whitney Thore sempre foi magra. Dançarina, ela cresceu acostumada a um corpo que as pessoas admiram – até o primeiro ano da faculdade, quando começou a ganhar peso rapidamente por causa da síndrome do ovário policístico e o consequente desiquilíbrio hormonal. Depois de enfrentar a depressão e a sensação de estar no corpo errado, veio a superação: em 2014, Whitney resolveu retomar a dança e postou o vídeo “A Fat Girl Dancing” (“uma garota gorda dançando”, em tradução livre) na internet – assim, ela se tornou uma sensação no mundo online e recebeu milhares de mensagens de apoio. Whitney voltou a dar aulas de dança e se tornou porta-voz de milhares de mulheres em todo o mundo. Assim, ela tornou-se celebridade e símbolo do movimento por autoestima de mulheres que, assim como ela, não se enquadram nos padrões estéticos dominantes.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.