Header Ads

Canal MAX exibe programação especial com protagonista poderosas todo domingo


Girl Power: o poder feminino no canal MAX. (Imagem/Divulgação)
O empoderamento feminino está em plena efervescência. Com a internet, o movimento ganhou um novo alcance e visibilidade, ampliando o debate sobre a igualdade de gêneros. O ativismo de celebridades internacionais também deu destaque ao assunto, que já foi tema até mesmo de discurso no Oscar®. O poder das mulheres também está muito bem representado em produções audiovisuais e, no mês de novembro, o canal MAX vai apresentar filmes com protagonistas poderosas. Todo domingo, às 21h, o canal oferece o melhor do cinema independente internacional aos assinantes. Confira abaixo:

Mulheres do Século 20

Dia 12, às 21h, no canal MAX

Na Califórnia dos anos 1970, Dorothea (Annette Bening) começa a sentir dificuldades para criar o filho Jamie (Lucas Jade Zumman), de 15 anos. Ela decide pedir ajuda para Abbie (Greta Gerwig), uma fotógrafa a quem aluga um quarto, e para Julie (Elle Fanning), uma adolescente um pouco mais velha do que Jamie. Juntas, as três lutam para criar o jovem ao mesmo tempo em que lidam com as questões do amor e da liberdade da época.

Indicado ao Oscar® de Melhor Roteiro Original, o filme repleto de referências históricas é ambientado em uma época em que o movimento feminista começava a ganhar força no mundo.  Em 1975, por exemplo, a Assembleia Geral da ONU proclamou que aquele seria o Ano Internacional da Mulher e oficializou o dia 08 de março como o Dia Internacional da Mulher. A data foi criada com o objetivo de relembrar as lutas sociais, políticas e econômicas das mulheres, além de ampliar o debate sobre as questões de discriminação e violência em todo o mundo.

Certas Mulheres

Dia 19, às 21h, no canal MAX

Protagonizado por Michelle Williams, Kristen Stewart, Laura Dern e Lily Gladstone, o drama mostra como as diferentes histórias de quatro mulheres se entrelaçam de maneira inesperada quando elas tentam traçar seus próprios caminhos. O roteiro é adaptado de três contos independentes de Maile Meloy e a direção é de Kelly Richardt, famosa por levar grandes personagens femininas ao cinema.

O elo entre as personagens é a constante insatisfação profissional e pessoal que sentem. Cada uma delas busca seu lugar no mundo e cultiva o sonho de independência. Este desejo é comum às mulheres do século XXI que, cada vez mais, buscam seu espaço no mercado de trabalho, lutam por condições igualitárias e tentam romper com o estigma social do “sexo frágil”. 

Um Refúgio

Dia 26/11, às 21h, no canal MAX.

Nos últimos dias da Guerra Civil americana, três mulheres precisam defender suas terras que são sitiadas por soldados renegados, bêbados e violentos. As irmãs Augusta (Brit Marling) e Louise (Hailee Steinfeld) e a escrava Mad (Muna Otaru) se veem forçadas a pegar em armas para proteger a casa. No melhor estilo “lute como uma garota”, o longa imprime um olhar feminino sobre a guerra.

Geralmente, os filmes que retratam o faroeste comportam personagens masculinos que transbordam virilidade. Neste caso, são as mulheres que unem força e coragem para enfrentar um grupo de homens, mostrando que elas têm igual capacidade de serem heroínas.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.