Canal VIVA - Destaques da programação de 15 a 21 de janeiro - O Universo da TV

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 14 de janeiro de 2018

Canal VIVA - Destaques da programação de 15 a 21 de janeiro


Destaques da programação Canal Viva. (Imagem/Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal Viva de 15 a 21 de janeiro.

BEBÊ A BORDO
segunda-feira, dia 15 de janeiro, às 15h30

Sucesso nos anos 1980, a novela Bebê a Bordo, de Carlos Lombardi, chega ao VIVA em 15 de janeiro, 30 anos após a estreia na Globo. Com direção de Roberto Talma, a trama principal gira em torno da relação da pequena Helena, com Ana (Isabela Garcia), Laura (Dina Sfat) e Tonico Ladeira (Tony Ramos). “Fazer esta novela foi uma loucura. Dirigia ambulância, caminhão, ônibus, caíamos de telhados e tudo o mais que você possa imaginar”, conta Isabela.

A novela fala das relações familiares com um viés muito divertido. Com muita ação, o primeiro capítulo da trama já apresenta os personagens e as confusas e engraçadas relações entre eles.

Depois de se envolver em um assalto, para tentar ajudar o atrapalhado marido Zezinho (Leo Jaime), Ana dá à luz dentro do carro de Tonico. Para fugir da polícia, ela deixa o bebê para trás e Tonico passa a cuidar de Helena. Um tempo depois ela reaparece e pega a menina. Mas como ainda se envolverá em muitas confusões, mais uma vez Ana terá que deixar Helena aos cuidados de outra pessoa, que será Laura, sem saber que é a sua verdadeira mãe.

Laura carrega uma culpa por ter abandonado sua filha Ana, anos atrás, e decide procura-la. Ao descobrir que, agora, também tem uma neta, ela vai lutar pela guarda da criança.

SAI DE BAIXO
terça-feira, dia 16 de janeiro, às 21h15

A trama do episódio “Corra que o Tarado Vem Aí” gira em torno de Edileuza (Claudia Jimenez), que sai para comprar brioches e volta para casa em pânico, depois de ser atacada por um homem no terreno baldio do Largo do Arouche.

Para variar, a ganância de Caco (Miguel Falabella) vem à tona. O loiro acha que a família tem que se juntar para encontrar o culpado e receber indenização. Já sua sogra, Cassandra (Aracy Balabanian), sugere que as mulheres se unam para realizar uma passeata contra o assédio sexual.

OS TRAPALHÕES
quarta-feira, dia 17 de janeiro, às 20h15

O programa de quarta tem participação especial de Maurício Mattar logo no primeiro esquete. Didi não entende porque a mulherada grita tanto quando o ator aparece, então decide imitá-lo para tentar ser galã.

Com a presença do cantor Raimundo Fagner, que também canta no episódio, o quarteto se diverte em uma paródia da história da Branca de Neve. Mussum é a princesa que come um caqui envenenado e espera pelo beijo do príncipe encantado que, no caso, é o Dedé.

O programa também conta com um concurso de ioiô.

A DIARISTA
sexta-feira, dia 19 de janeiro, às 22h

Marinete é convocada por Figueirinha para fazer faxina em um quartel de mulheres. Acontece que a diarista pega por engano o ônibus reservado para as recrutas e cai nas mãos da Sargentona (Patricya Travassos), uma oficial que comanda a tropa com mãos de ferro.

Nete tenta de todas as formas fugir do quartel, mas é sempre flagrada pela Sargentona. Em suas reclamações e tentativas de fuga, a diarista acaba envolvendo involuntariamente a recruta Floriana e as duas são obrigadas a cumprir várias penas, como varrer um campo imenso, limpar os banheiros com escovas de dente, descascar batatas, arrumar beliches, além de fazer flexões e polichinelos. Ipanema tentará a missão quase impossível de resgatar a amiga se disfarçando de tenente para entrar no quartel.

GLOBO DE OURO
sábado, dia 20 de janeiro, às 22h45

Isabela Garcia e César Filho anunciam a convidada especial do programa, que entra sacudindo a plateia: Xuxa. A Rainha dos Baixinhos cantou “Doce Mel”, “Festa do Estica e Puxa” e “Dança da Xuxa”.

Dando sequência aos hits dos anos 1980, os apresentadores chamam: Gabriela com “Pego o Martelo”; Ego Trip cantando “Viagem ao Fundo do Ego”; o grupo RPM e o sucesso “Partners”; Guilherme Arantes e “Um Dia, Um Adeus”; mais uma vez nas paradas de sucesso, Patrícia e a música “Te Cuida, Meu Bem”; seguida de Os Paralamas do Sucesso e Raimundo Fagner.

OS ANOS 80 ESTÃO DE VOLTA
domingo, dia 21 de janeiro, às 18h30

O episódio aborda a consagração do rock brasileiro nos anos 1980. Antes visto como algo marginal e alternativo, no início da década, uma série de jovens artistas e bandas aparecia com grande sucesso em casas noturnas, como o Circo Voador, no Rio de Janeiro, e estouravam em emissoras de rádio, como a Fluminense FM. A época foi marcada por hits desde “Você Não Soube Me Amar”, da Blitz, a “Menina Veneno”, do cantor Ritchie. As bandas Ultraje a Rigor, Paralamas do Sucesso, Titãs e Kid Abelhasurgiram nesta fase do rock. Evandro Mesquita, Guto Graça Mello, Jamari França, Leo Jaime, Leoni, Liminha, Luiz Antonio Mello, Maria Juçá, Nelson Motta e Ritchie estão entre os convidados da edição.

Evandro Mesquita comenta o sucesso da Blitz: “Nessa época, era dificílimo você ter acesso às gravadoras. Conseguimos arrombar essa porta, vender quase um milhão de compactos em uma época de crise.”.

Os hits de Lulu Santos, Legião Urbana e Cazuza também viram assunto de “Os Anos 80 Estão de Volta”. Durante entrevista, Guto Graça Mello conta como convenceu João Araújo – pai de Cazuza e criador da Som Livre – a gravar um disco do filho. O programa ainda mostraLeo Jaime falando sobre o amigo: “Fiquei quase dois anos estimulando o Cazuza a fazer alguma coisa, compor, desde que ouvi a primeira música dele, “Down em Mim”. Era perfeita para uma primeira composição, de um cara que tinha 20 anos quando a escreveu.”.

MARATONA DE O FIM DO MUNDO
domingo, dia 21 de janeiro, às 19h

Esse é o mote da minissérie O Fim do Mundo, de Dias Gomes, que estreou em 18 de dezembro.

Com direção de Paulo Ubiratan e Gonzaga Blota, a história é contada em 35 capítulos e apresenta os mais variados comportamentos da alma humana diante do medo. Tabacópolis é a cidade fictícia, no interior da Bahia, que vive da plantação do fumo e do turismo.

Joãozinho de Dagmar (Paulo Betti) é um paranormal que faz previsões certeiras sobre os moradores do local, sobretudo os políticos. Na porta de sua casa, fiéis buscam a cura para todos os males. Apesar de desacreditado pela oposição, ele demonstra seus poderes mesmo à distância, entortando metais e transformando água em cachaça. Vive com três mulheres: Valdete (Alexia Deschamps), Jaciara (Luciana Coutinho) e Lindalva (Isabel Fillardis) –, uma loira, uma morena e uma negra, para as quais tem um calendário definido.

Tudo corre muito bem, no ritmo pacato da cidade de interior, até que Joãozinho prevê o fim do mundo. Só restam três meses e fatos estranhos começam a acontecer: nasce um bezerro com duas cabeças; um homem morde um cachorro; sinos tocam e todos se espantam, já que a igreja não tem sinos; começa uma tempestade de excrementos, com raios e trovões; aparece uma mula sem cabeça; e a terra começa a tremer. A população entra em pânico, acreditando ser o início do apocalipse, e os hospitais ficam lotados.

Com o fim do mundo se aproximando, cada habitante trata de realizar seus desejos mais secretos. Salve-se quem puder.

No elenco, nomes como José Wilker, Bruna Lombardi, Paloma Duarte, Guilherme Fontes, Lima Duarte, Vera Holtz, Otávio Augusto, Maurício Mattar, entre outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Post Bottom Ad