Home Top Ad

Estreia no Canal Curta! “O piano que conversa”, documentário do diretor Marcelo Machado

Share:

Estreia no Curta! “O piano que conversa”, documentário do diretor Marcelo Machado. (Imagem/Divulgação)
Uma experiência musical sem entrevistas ou depoimentos. Na Segunda da Música, 8, às 22h30m, estreia com exclusividade no Curta! o documentário “O Piano que Conversa”, do diretor Marcelo Machado. Em cena, a música é mais do que objeto, é linguagem e narrativa. Partindo do trabalho do pianista Benjamim Taubkin, a produção mostra o diálogo da música instrumental com diferentes tradições, aproximando música de caráter experimental da tradicional, a instrumental da cantada, a nacional da internacional. “O Piano que Conversa” é financiado pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 01/2013).

Apesar de janeiro ser o mês de férias, o Curta! convida a audiência a conhecer mais sobre a história da educação pública brasileira na Quinta do Pensamento, 11, às 20h35 . Estreia no canal o documentário “Vocacional, uma aventura humana”. O longa-metragem dirigido por Toni Venturi revela um modelo de escola libertária pouco conhecido no país: os colégios vocacionais do estado de São Paulo, que buscavam formar cidadãos participativos e contestadores. Não por acaso, o formato educacional idealizado pela pedagoga Maria Nilde Mascellani foi duramente reprimido durante a ditadura militar. O regime de exceção perseguiu, prendeu e torturou sua criadora. Ao longo do filme, o ‘Vocacional’ é relembrado por meio de depoimentos daqueles que passaram por essa rara experiência, dentre eles o próprio diretor do documentário.

A história de Iara Iaverlberg, companheira de Carlos Lamarca, é o destaque da Sexta da Sociedade, 12, às 22h, com o longa “Em busca de Iara”. O documentário dirigido por Flávio Frederico parte da investigação pessoal de Mariana Pamplona pela vida da tia, uma estudante de psicologia, casada, oriunda da burguesia judaica paulistana, que deixou tudo para trás para se engajar na luta armada contra a Ditadura Militar brasileira. Ao lado de Lamarca, capitão do Exército que abandonou a farda para combater o autoritarismo, formou o casal mais mítico da resistência contra o Golpe de 1964. Além de revelar a trajetória da mulher e personagem de um dos períodos mais sombrios da história recente no Brasil, o filme desmonta a versão oficial do regime militar, que atribui a morte de Iara, em 1971, a um suicídio. 

No clima do verão, a faixa “A Vida é Curta” da Quarta de Cinema, 10, às 20h, revela o país tropical através de filmes rodados em lugares paradisíacos. Abrindo a faixa, “Meow”, filme com direção de Marcos Magalhães que critica a globalização desenfreada usando como personagem um gato que, por não ter leite, foi obrigado a experimentar uma nova bebida, o refrigerante. A produção de 1981 foi vencedora do Festival de Brasília daquele ano, nas categorias “Melhor Roteiro” e “Melhor Filme pelo Júri Popular”. Depois é a vez de “Brasil”, documentário comemorativo do lançamento do décimo disco de João Gilberto, quando o músico completou 50 anos. Com direção de Kleber Mendonça Filho, “Recife Frio” encerra a faixa especial. O filme apresenta as mudanças climáticas da cidade do Recife.

Ainda na Quarta de Cinema, 10, só que mais tarde, às 21h, “Todas as mulheres do mundo”, longa-metragem de 1966 dirigido por Domingos Oliveira, é destaque da série exclusiva do Curta! “Grandes Cenas”, apresentada por Matheus Nachtergaele. O episódio traz a análise do diretor e roteirista Jorge Furtado sobre uma das principais sequências da produção: a ‘cena do poema’. Ela é considerada uma ‘sessão de terapia’ entre Domingos Oliveira e Leila Diniz, uma vez que o diretor e a atriz haviam terminado um relacionamento quando o longa-metragem foi rodado. Eleito um dos melhores filmes de todos os tempos pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema, “Todas as mulheres do mundo” narra o encontro do conquistador mulherengo Paulo, personagem do ator Paulo José, que se apaixona pela jovem Maria Alice, interpretada pela saudosa atriz Leila Diniz. Produzida pela Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, "Grandes Cenas" é produção exclusiva do canal financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Na Terça das Artes, 9, às 22h15, o Curta! exibe “Bernardes”, documentário sobre a vida e a obra do arquiteto Sérgio Bernardes. A personalidade afiada, questionadora e bem-humorada é revelada no longa-metragem escolhido como finalista do 19º Festival Internacional de Documentários “É tudo Verdade”, em 2014. O filme parte da busca de Thiago Bernardes, neto do arquiteto, por entender as trajetórias profissional, pessoal e filosófica do avô, morto em 2002, aos 82 anos. Arquiteto, urbanista, designer, escritor, poeta e inventor, Sérgio Bernardes multiplicou talentos ao longo de sua trajetória. Ele assinou projetos que fazem parte da identidade de cidades brasileiras, como o Pavilhão de São Cristóvão e os Postos de Salvamento da Orla das praias, no Rio de Janeiro; o Palácio do Governo do Ceará; e o Hotel Tambaú, na Paraíba, além da lendária casa de Lota Macedo Soares, no Rio. 




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.