Home Top Ad

Telecine Cult exibe programação especial em homenagem a atriz belga Audrey Hepburn

Share:

Programação especial Audrey Hepburn. (Imagem/Divulgação)
Nos 25 anos de morte de Audrey Hepburn, a premiada atriz belga merece um dia de honrarias no Telecine Cult: 20 de janeiro. A programação especial reúne sucessos de sua carreira, entre comédias, romances, dramas e western. Ao todo, são sete produções, que vão ao ar neste sábado, a partir das 9h30: Infâmia, O Passado Não Perdoa, Guerra e Paz (1956), Bonequinha de Luxo, A Princesa e o Plebeu, Sabrina (1954) e Quando Paris Alucina. 

A maratona é aberta com Infâmia, que recebeu cinco indicações ao Oscar. Inspirada numa polêmica história real, a produção tem como destaque as amigas Karen (Audrey Hepburn) e Martha (Shirley MacLaine), que administram juntas um internato só para meninas. Depois de ser repreendida na escola por contar mentiras, uma aluna tenta se vingar das professoras e inventa que a dupla tem um romance. O assunto chega aos ouvidos dos responsáveis e o boato se espalha, não só na instituição, como na cidade, arruinando a vida e o trabalho de Martha e Karen. Na sequência, às 11h35, Audrey interpreta a sonhadora Rachel no faroeste O Passado Não Perdoa. Com grande elenco e direção de John Huston, o longa entrou para história do gênero. A personagem é uma índia que foi adotada pelos Zachary. A família, muito influente no Texas, é comandada pela matriarca Mattilda (Lillian Gish) e seu filho Ben (Burt Lancaster). Quando a tribo Kiowas - inimiga declarada da família - revela a verdadeira identidade da jovem, Rachel se torna alvo de intolerância racial na cidade, o que dá início a uma guerra.

Guerra e Paz (1956), um dos principais trabalhos da atriz, é destaque às 13h50. Na Moscou do século XIX, com Napoleão ameaçando invadir o país, as famílias da aristocracia russa enfrentam diversos dilemas pessoais. Entre eles, o amor de Natasha (Audrey Hepburn) e Pierre (Henry Fonda). Em seguida, tem mais um clássico que marcou a carreira de Audrey: Bonequinha de Luxo. Sua atuação como a garota de programa Holly Golightly lhe rendeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro. No romance, a personagem sonha em se casar com um milionário, mas fica dividida ao conhecer o aspirante a escritor Paul (George Peppard).

Às 19h45 tem A Princesa e o Plebeu, que consagrou Audrey em três premiações: Oscar, Globo de Ouro e BAFTA. Ao lado de Gregory Peck e Eddie Albert, a atriz brilhou como a princesa Ann. Já às 22h, a atriz é a estrela de Sabrina (1954). Filha do motorista de uma poderosa família, ela passa dois anos em Paris e, quando volta, é disputada pelos irmãos David (William Holden) e Linus (Humphrey Bogart).

Quando Paris Alucina encerra o especial às 23h59. Com direção de Richard Quine, a comédia reúne nomes como Audrey Hepburn, William Holden e Noel Coward, e conta com a participação especial de Frank Sinatra. O roteirista bon vivant Richard Benson (William Holden) é contratado pelo produtor de Hollywood Alexander Meyerheim (Noel Coward) para escrever um filme. O problema é que o tempo que ele deveria dedicar ao texto é ocupado por diversão e bebedeiras. A dois dias de entregar o projeto e sem nenhum material concreto, Richard contrata uma secretária para auxiliá-lo. É quando Audrey Hepburn entra em cena como Gabrielle.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.