Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 19 a 25 de fevereiro

Share:

Filmes em destaque no Canal Brasil. (Imagem/Divulgação)
Conheça os filmes em destaques na programação do Canal Brasil de 19 a 25 de fevereiro.

É Tudo Verdade: Cidades Fantasmas (2017) (72’)
Apresentação: Amir Labaki
Horário: Segunda, dia 19, às 22h.
Classificação: Livre
Direção: Tyrell Spencer

Sinopse: O cineasta gaúcho viajou por quatro países da América Latina para investigar o cotidiano de cidades de grande prosperidade no passado, hoje completamente abandonadas, esquecidas com o passar dos anos. O documentário contrasta grande beleza estética de sua fotografia com a tristeza de locais nunca mais habitados.

Humberstone (Chile) viveu um ciclo de enriquecimento e glória com a exploração de salitre. Fábricas foram construídas para a exploração do nitrato e milhares de trabalhadores emigraram para o Deserto do Atacama em busca de trabalho. A 1ª Guerra Mundial ocorria bem longe das áridas areias chilenas, mas seus efeitos foram sentidos na América do Sul após Alemanha e Inglaterra, ocupadas com os conflitos, bloquearem a importação do produto. Sem clientes, as indústrias faliram e os funcionários foram embora. Completamente baldia, a cidade hoje é um ponto turístico tombado como patrimônio histórico pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Fordlândia – batizada em homenagem a Henry Ford, magnata e revolucionário americano da indústria automobilística do início do século passado – viveu trajetória similar ao município chileno. A localidade do interior do Pará nasceu com o objetivo de abastecer a confecção de pneus da montadora americana pela possibilidade de amplas plantações de seringueiras. O plantio atraiu agricultores de diversas regiões do país, mas a prosperidade esperada nunca foi alcançada. Após a morte do empresário, a empresa foi fechada e milhares perderam definitivamente seus empregos.

Epecuén (Argentina) e Armero (Colômbia) foram despovoadas por catástrofes naturais. As águas do balneário argentino foram o motivo do cataclismo que inundou a cidade por mais de 20 anos. Um mar também invadiu o município colombiano, mas em vez de água, a lava vitimou mais de 20 mil pessoas – cerca de 66% da população. Todas essas histórias são contadas com poucas imagens dos momentos de bonança, evitando comparações entre passado e presente. Os escassos moradores remanescentes das proximidades narram, usando sua própria vivência, como cada lugar foi da glória à falência.

Seleção Brasileira: El Mate (2010) (110’)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Horário: Terça, dia 20, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Bruno Kott

Sinopse: Propondo uma estrutura horizontal de cooperação mútua em uma equipe formada por somente seis pessoas e apenas dez noites para gravar as cenas em um único cenário, Bruno Kott divide o roteiro e elenco com o argentino Fabio Marcoff (não há protagonismo entre os papeis). A história se passa numa noite surreal iniciada a partir do encontro entre um homem religioso e um assassino de aluguel. Coproduzido pelo Canal Brasil em parceria com a Filmes de Vagabundo, o filme rendeu ao realizador o Kikito de melhor ator coadjuvante no Festival de Gramado em 2016.

Armando (Fabio Marcoff) é um matador profissional portenho que mora em uma casa estranha no centro de São Paulo. No porão, o criminoso mantém como prisioneiro um homem russo (Vadim Nikitin) de identidade desconhecida, enquanto espera os mandantes do sequestro o buscarem. Sem saber que batia à porta de um pistoleiro, Fábio (Bruno Kott) o procura para compartilhar versículos da bíblia em uma peregrinação evangelista pelo bairro. Os dizeres religiosos não interessam ao delinquente, mas enquanto os personagens conversam ao portão, o refém mantido em cativeiro solta um grito cujo eco chega até a rua. Preocupado, o marginal arrasta o devoto para dentro da casa.

Juntos em apenas uma noite, os personagens irão encarar situações imprevisíveis, como a leitura de trechos da bíblia para um refém sem qualquer compreensão da língua portuguesa, a impremeditável visita técnica de um funcionário para checar o medidor do consumo de água e a chegada de duas moças em busca de momentos fugazes de luxúria.

Comeback (2016) (82’)
Horário: Quarta, dia 21, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Erico Rassi

Sinopse: Aposentado da antiga carreira de pistoleiro, Amador (Nelson Xavier) leva uma vida solitária que nada se compara com os dias de perigo e, principalmente, de temor por parte das pessoas. Um dia, é procurado pelo neto de um antigo amigo, que deseja trabalhar com ele devido à sua fama. Amador logo o coloca como ajudante de sua atual atividade, o transporte de máquinas caça-níqueis para bares próximos, mas a falta de reconhecimento em relação ao que foi passa a incomodá-lo cada vez mais.

Tropa de Elite 2 – O Inimigo agora é outro (2010) (115’)
Horário: Quinta, dia 22, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: José Padilha

Sinopse: Nascimento (Wagner Moura), agora coronel, foi afastado do BOPE por conta de uma mal sucedida operação. Desta forma, ele vai parar na inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Contudo, ele descobre que o sistema que tanto combate é mais podre do que imagina e que o buraco é bem mais embaixo. Seus problemas só aumentam porque o filho, Rafael (Pedro Van Held), tornou-se adolescente, Rosane (Maria Ribeiro) não é mais sua esposa e seu arqui-inimigo, Fraga (Irandhir Santos), ocupa posição de destaque em sua família.

Cinemão: Minha Mãe É Uma Peça – O Filme (2013) (84’)
Horário: Sexta, dia 23, às 22h
Classificação: 12 anos
Direção: André Pellenz

Sinopse: O humorista Paulo Gustavo lotou os teatros cariocas em sua primeira peça com um roteiro inspirado no curioso comportamento da própria mãe. O espetáculo estreou em 2006, e, rapidamente, tornou-se um grandioso sucesso de bilheteria e crítica. Sete anos depois, o ator levou o monólogo sobre a história de Dona Hermínia para o cinema e o êxito repetiu-se também nas telonas. Dirigida por André Pellenz, a comédia estrelada por seu idealizador ao lado de Mariana Xavier, Rodrigo Pandolfo, Ingrid Guimarães, Herson Capri, Suely Franco, Samantha Schmütz e Alexandra Richter, levou mais de 4,5 milhões de pessoas às salas de cinema, alcançando a 19ª maior bilheteria nacional, além de ter sido o filme mais visto em seu ano de lançamento.

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma dona de casa de meia-idade, divorciada de Carlos Alberto (Herson Capri) e mãe de Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo). A mulher vive exclusivamente para cuidar dos filhos, já adultos, apesar de tratá-los como crianças pequenas. Hiperativa, ela não desperdiça nenhum segundo para manter a casa e a criação dos rebentos do seu jeito. Um dia, Juliano esquece o celular com a ligação ainda na linha e a protagonista os ouve reclamando de seu comportamento. Devastada pelos comentários dos meninos, Hermínia decide sair de casa para passar os dias na casa de Tia Zélia (Suely Franco) sem comunicar seu paradeiro. Na conversa com a tia, matriarca lembra memórias da infância dos filhos e expõe a pureza escondida por trás dos muitos gritos.

Mostra Cine-Delas: Jonas E O Circo Sem Lona (2017) (82’)
Horário: Sábado, dia 24, às 22h
Classificação: Livre
Direção: Paula Gomes

Sinopse: Jonas é um menino de 13 anos nascido em uma família circense. A arte, comumente passada entre as gerações, é um entrave em sua dedicação para montar o próprio picadeiro, pois sua mãe abandonou as arenas e lonas devido às dificuldades financeiras e procurou um ofício mais convencional para sustentar os filhos. Além do repúdio da matriarca, ele ainda luta com bravura para montar seus espetáculos, apresentações produzidas com quase nenhum recurso financeiro, espaços limitados ao quintal enlameado da casa onde mora e artistas de pouco talento, treinados por ele mesmo após a escola.

Focando na personalidade do rapaz, o longa mostra as batalhas enfrentadas precocemente na vida dele. Como é tradicional na idade, ele questiona a formação dada pela mãe, briga para seguir no picadeiro com um tio e manifesta sua infelicidade ao ser obrigado a ficar em uma sala de aula. O filme faz o retrato de um menino em busca do sonho de levar a espetacular arte do circo para os quatro cantos do mundo.

Mostra Cine-Delas: As Alegres Comadres
Horário: Sábado, dia 17, às 22h
Classificação: 12 anos
Direção: Leila Hipólito

Sinopse: O primeiro longa-metragem da diretora Leila Hipólito, uma adaptação da comédia “As Alegres Comadres de Windsor” (1600), de William Shakespeare. Em pleno século XIX, o falido ex-militar português João Fausto (Guilherme Karam) chega a Tiradentes (MG) com seus comparsas, Pistola (Babú Santana) e Luís (Felipe Rocha), e usa seu status de ex-membro da corte do imperador para se aproveitar da burguesia local. Fausto decide seduzir duas ricas esposas, a Sra. Lima (Zezé Polessa) e a Sra. Rocha (Elisa Lucinda), com a intenção de roubá-las. Ao descobrirem o plano, as comadres tramam uma divertida vingança contra o aproveitador. Em paralelo, o ciumento Sr. Rocha (Ernani Moraes) persegue Fausto sem saber da honestidade da esposa. Para desmascarar a Sra. Rocha, o furioso marido mobiliza os amigos, inclusive o confiante Sr. Lima (Edwin Luise), que está mais preocupado em casar a filha. Concorrem à mão da bela Ana (Talita Castro) três pretendentes: o rico Sr. Silva (Rafael Primo), favorito do Sr. Lima; Dr. Caius (Chico Diaz), médico francês, preferido pela Sra. Lima; e o aristocrata Franco (Daniel Del Sarto).

Cone Sul: Zanahoria (2014) (105’)
Horário: Domingo, dia 25, às 22h
Classificação: 12 anos

Sinopse: Alfredo (Abel Tripaldi) e Jorge (Martín Rodríguez) são repórteres do tradicional semanário Vozes. O primeiro é um jornalista experiente; o segundo é um novato das redações, escreve artigos de menor importância e ainda não conhece os atalhos da profissão. Um plantão noturno em um fim de expediente monótono lhes traz uma possibilidade imperdível de uma história oculta da população uruguaia. Eles recebem uma ligação de Walter (César Troncoso), um soldado aposentado com acesso a documentos e fotografias confidenciais de arquivos militares. Segundo o oficial da reserva, os materiais são inéditos e podem ter o efeito bombástico nas eleições para a presidência do país.

As reuniões com Walter são repletas de mistérios e cuidados minuciosos. Soturno, o ex-militar não entrega muitas pistas sobre sua verdadeira identidade, não explica como teve acesso aos documentos secretos e some misteriosamente no meio da noite. Em pouco tempo, eles adentram um universo de incógnitas sobre o desaparecimento de pessoas e crimes nunca solucionados, e começam a perceber que a publicação de textos tão reveladores pode incomodar pessoas de grande poder político.

Cone Sul: 7 Caixas
Horário: Domingo, dia 18, às 22h
Classificação: 14 anos
Direção: Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori

Sinopse: Victor (Celso Franco) é um menino pobre da periferia de Assunção, capital do Paraguai. Sem dinheiro, ele tenta ganhar um trocado carregando compras de clientes de um mercado popular em um carrinho de mão. Seus sonhos, no entanto, estão bastante distantes dali. Ele é fascinado pelo universo da televisão e descobre nos novos telefones celulares, equipados com câmera fotográfica e filmadora, uma possibilidade de brincar com uma realidade bem diferente da sua. Os aparelhos, no entanto, são caros e ele enfrenta grande concorrência de outros jovens para realizar o mesmo serviço. Seu destino começa a mudar quando o funcionário de uma das barracas o pede para carregar sete caixas de conteúdo desconhecido. Em troca, ele aceita como pagamento uma nota rasgada de US$ 100.

O trabalho poderia ser a solução dos problemas financeiros do rapaz, mas ele adentra um submundo obscuro de crimes e violência sem ter qualquer noção. Logo de início, um ladrão mascarado rouba uma de suas caixas, e ele inicia uma caçada para encontrar a carga levada. Não bastasse o furto, Nelson (Víctor Sosa) tenta recuperar a missão, que lhe seria dada não fosse por um imprevisto familiar. Os caixotes também chamam a atenção da polícia local, crentes de tratar-se de dinheiro escondido. Seu único abrigo em toda essa confusão é Liz (Lali González), uma amiga curiosa para entender toda a situação. Em apenas um dia nesse mercado popular a céu aberto, diversos personagens vão lutar pela vida, e Victor vai perceber o preço a se pagar para ter sua imagem televisionada em rede nacional.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.