header ads

Paulo Autran tem trajetória contada em documentário exclusivo que estreia no Canal Curta!


Paulo Autran tem trajetória contada em documentário exclusivo. (Imagem: Divulgação)
Depois de ser exibido em dois dos maiores festivais de cinema do Brasil, o Festival de Gramado e a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, o documentário “Paulo Autran – O Senhor dos Palcos”, produzido com exclusividade para o Curta!, estreia na Terça das Artes, 27, às 23h. Com direção de Marco Abujamra e produção da Dona Rosa Filmes, o longa-metragem conta a vida e a obra de um dos mais respeitados atores do país. A paixão de Autran pelo teatro é apresentada através de cenas históricas de filmes e de peças, trechos de entrevistas escritas interpretados pelos atores Bete Coelho, Patrícia Selonk, Gustavo Machado e Bruce Gomlevsky, e de uma autobiografia inédita, contendo reflexões do artista sobre a arte, sua carreira, vida, morte e desafios profissionais e pessoais.

“Paulo Autran - O Senhor dos Palcos” conta ainda com depoimentos de José Celso Martinez Corrêa, Karin Rodrigues, viúva do ator, e Mauro Farias – que detalham e reconstroem facetas do ator e do meio teatral brasileiro. Fernanda Montenegro também participa do documentário ao compartilhar a correspondência que trocou com Autran a poucos dias de sua morte. Além da leitura emocionante, ela faz uma reflexão profunda sobre a importância do amigo para o teatro brasileiro.

Na Sexta da Sociedade, 2 de março, às 20h45, estreia na programação do Curta! “Intervalo Clandestino”, documentário que busca traduzir o estado de espírito do povo brasileiro diante da realidade social e política do país. Dirigido por Eryk Rocha, o filme investiga a atmosfera pré-eleitoral no cotidiano do Rio de Janeiro entre 2000 e 2006, a partir de depoimentos de pessoas comuns de diversas profissões. As perspectivas políticas do país são costuradas através de depoimentos, impressões, comentários e reflexões de cidadãos com diferentes olhares sobre a cidade.

Ainda na Sexta da Sociedade, 2, só que mais tarde, às 23h, é a vez da estreia do documentário “Cidadania do Espaço”, filme que discute o problema da privatização ou marginalização dos espaços públicos nas metrópoles. O longa analisa como os diferentes setores da sociedade têm reagido a essas iniciativas em algumas das maiores e mais importantes cidades do mundo, como Paris, Berlim, Londres, entre outras. “Cidadania do Espaço” faz parte do pacote de conteúdos adquiridos pelo Curta! do Arte France, tradicional canal público franco-alemão.

Outro grave problema dos centros urbanos, a mobilidade, é o foco da série exclusiva “Mobilis”. O quarto episódio, que vai ao ar na Quarta, 28, às 19h, tratará da acessibilidade – ou a falta dela – nas grandes cidades, mostrando as dificuldades de ir e vir para os cidadãos que precisam ou querem se locomover em metrópoles brasileiras. Contando com depoimentos de especialistas, ativistas e cidadão comuns, além de pesquisas realizadas no Brasil e no exterior, “Mobilis” propõe uma reflexão sobre a ocupação de espaços públicos e individuais e os cenários ideológicos, sociais, políticos e culturais existentes nos centros urbanos. A produção é da Miração Filmes com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual, o FSA.

Mais tarde, às 20h, a faixa “A Vida é Curta!” entra no clima da ‘balada’. Abrindo a sessão especial, “A Outra Margem”, de Nathália Tereza, que conta a história de Jean, um agroboy do Centro-Oeste brasileiro que, num sábado à noite, escuta na rádio local um programa em que as pessoas deixam mensagens de amor. Em seguida, é a vez de “A Festa e os Cães”. No curta, vencedor do “Prêmio Aquisição Janela 2015”, Leonardo Mouramateus mostra a história de cães que foram chegando e dominando o território nas ruas de um subúrbio de Fortaleza. Esta matilha se junta em bando, à noite, como que recuperando seu estado selvagem e recusando sua tradicional submissão ao homem.

Postar um comentário

0 Comentários