Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque da programação de 26 de março a 01 de abril

Share:

Filmes em destaque na programação. (Imagem: Divulgação)
Conheça os filmes que estão em destaque na programação do Canal Brasil de 26 de março a 01 de abril.

É Tudo Verdade: A Gente (2017)(90')
Horário: SEGUNDA, DIA 26, ÀS 22H
Inédito e Exclusivo
Apresentação: Amir Labaki
Direção: Aly Muritiba
Classificação: 12 anos

Sinopse: O diretor baiano Aly Muritiba trabalhou por sete anos na Casa de Custódia de São José dos Pinhais, município da Grande Curitiba, enquanto estudava comunicação e cinema no Paraná. Ele volta ao local para filmar o longa “A Gente”, que retrata a realidade daquele cenário depois de tantos anos. A produção conclui a trilogia do cineasta sobre o sistema prisional brasileiro – formada pelos curtas A Fábrica (2011), sobre os familiares que visitam internos, e Pátio (2013), narrado a partir da perspectiva dos próprios condenados.

O roteiro tem como protagonista Jefferson Walkiu, chefe da equipe responsável por cerca de mil condenados pela justiça, homens de todas as idades culpados pelos mais diversos crimes. É a partir do trabalho do agente que o filme desenrola as tensões vividas em dias supostamente calmos dentro de uma casa de custódia, lugar onde figura uma tênue linha entre a rebelião e a paz. Sem tomar partido das causas dos antigos colegas de trabalho, o realizador retrata os dilemas perpassados por cada um durante esse expediente aflitivo, desde a burocracia do serviço público até as brigas com os presos.

Seleção Brasileira: Love Film Festival (2017)(95')
Horário: TERÇA, DIA 27, ÀS 22H
Inédito e Exclusivo
Direção: Manuela Dias
Classificação: 16 anos

Sinopse: Estrelado por Leandra Leal, Manolo Cardona, Nanda Costa e Eduardo Moscovis, o drama narra a história de um amor impossível entre uma roteirista brasileira e um ator colombiano. Rodado ao longo de quatro anos no Brasil, Portugal, Colômbia e Estados Unidos, o longa, que marca a estreia de Manuela Dias como cineasta, tem um codiretor em cada país: com Vinícius Coimbra, Bruno Safadi e Juancho Cardona, respectivamente.

Luzia (Leandra Leal), uma roteirista brasileira, e Adrián (Manolo Cardona), um ator colombiano, se conhecem e se apaixonam em noite chuvosa no Festival de Santa Maria da Feira, em Portugal. Nasce ali uma história de amor que é desenvolvida em outros cinco encontros, todos eles em mostras de cinema ao redor do mundo. Nessa mistura de ficção e realidade, tudo é possível, e o casal revive clássicas cenas românticas de filmes.

O Homem Que Copiava (2003)(123’)
Horário: QUARTA, DIA 28, ÀS 22H
Direção: Jorge Furtado
Classificação: 14 anos

Sinopse: André (Lázaro Ramos) tem 20 anos, segundo grau incompleto e trabalha como operador de fotocopiadora em uma papelaria de Porto Alegre. Ele mora com a mãe e, no tempo livre, gosta de desenhar histórias em quadrinhos. Sua rotina é passar os dias lendo fragmentos das coisas que copia. André é apaixonado por Sílvia (Leandra Leal), a vizinha que ele observa com os binóculos em seu quarto. Decidido a conhecê-la melhor, o rapaz tenta de todas as formas conseguir 38 reais para comprar um presente para a mãe na loja onde ela trabalha. Para isso, ele vai com a ajuda de Marinês (Luana Piovani) e Cardoso (Pedro Cardoso).

Madame Satã (2002)(105’)
Horário: QUINTA, DIA 29, ÀS 22H
Direção: Karim Aïnouz
Classificação: 18 anos

Sinopse: Em sua estreia como diretor de longas, o cearense de origem argentina Karim Aïnouz retrata o lado mais obscuro da Lapa carioca dos anos 30 e 40. Acumulando mais de 20 prêmios em festivais nacionais e internacionais, em 2015, “Madame Satã” entrou na lista da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempo.

Rio de Janeiro, 1932. João Francisco (Lázaro Ramos) sai da prisão depois de cumprir 10 anos por homicídio. Ele passa a viver na Lapa com Laurita (Marcélia Cartaxo), prostituta e sua “esposa”; Firmina, a filha de Laurita; Tabu (Flávio Bauraqui), seu cúmplice; Renatinho (Felippe Marques), sem amante e também traidor; e ainda Amador (Emiliano Queiroz), dono do bar Danúbio Azul. É neste ambiente que João Francisco irá se transformar no mito Madame Satã, artista transformista que sonha em se tornar um grande astro dos palcos.

Gonzaga – De Pai Pra Filho (2012) (120’)
Horário: SEXTA, DIA 30, ÀS 22H
Direção: Breno Silveira
Classificação: 12 anos

Sinopse: Dirigida por Breno Silveira, a cinebiografia de Luiz Gonzaga, o Reio do Baião, coloca a relação dele com o filho, Gonzaguinha, em primeiro plano. 3 atores se revezaram no papel de Gonzagão em diferentes momentos de sua vida: Land Vieira (jovem), Chambinho do Acordeão (adulto) e Adélio Lima (velho).

Filho de sanfoneiro, Luiz Gonzaga foge de Exu, no sertão pernambucano, por conta de um amor proibido, e segue para cidade grande em busca de novos horizontes. Lá, ele conhece Odaléia (Nanda Costa), por quem se encanta e com quem tem um filho. Mas quando o menino tem apenas 2 anos, Odaléia morre e Gonzaga decide voltar para a estrada para garantir um futuro melhor para o herdeiro. Para isso, deixa o pequeno aos cuidados de amigos no Rio de Janeiro e sai pelo Brasil afora. Só não imaginava que essa distância entre eles faria crescer uma complicada relação, potencializada pelas personalidades fortes de ambos.

Terra Estrangeira (1995) (101’)
Horário: SÁBADO, DIA 31, ÀS 22H
Direção: Walter Salles e Daniela Thomas
Classificação: 16 anos

Sinopse: Fernanda Torres, Luís Mello, Alexandre Borges, Laura Cardoso, Fernando Alves Pinto, dentre outros, num filme de Walter Salles e Daniela Thomas.

A imigrante espanhola Manuela (Laura Cardoso) vive em São Paulo com o filho, Paco (Fernando Alves Pinto), e cultiva um desejo: viajar para sua terra natal antes de morrer. Ao ouvir o pronunciamento do Presidente Collor que anuncia o plano econômico que confisca provisoriamente as poupanças bancárias, Manuela não resiste e morre. Sem perspectiva em um Brasil tomado pelo caos, Paco decide ir para a Europa tentar a vida na Espanha. Como encontra dificuldades para pagar a viagem, ele aceita entregar um pacote misterioso em Portugal em troca de dinheiro. Em Lisboa, Paco conhece o casal Alex (Fernanda Torres) e Miguel (Alexandre Borges) e os três se veem envolvidos em um esquema de contrabando, que vai tornar suas vidas um pesadelo.

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (2012) (100’)
Horário: SÁBADO, DIA 24, ÀS 22H
Direção: Beto Brant e Renato Ciasca
Classificação: 16 anos

Sinopse: Adaptação para o cinema do romance homônimo de Marçal de Aquino, que também assina o roteiro da produção, o filme conta a história de um triângulo amoroso formado pelo fotógrafo Cauby (Gustavo Machado), a ex-prostituta Lavínia (Camila Pitanga) e o pastor Ernani (Zecarlos Machado) no interior do Pará. A trama não linear mostra como Ernani tira Lavínia das ruas e como, já casados, os dois agem em defesa da comunidade na Amazônia.

Aos 40 anos, o fotógrafo Cauby decide trocar São Paulo pelo interior do Pará. Cético em relação ao amor e devotado à beleza em todas as formas, ele encontra no lindo cenário amazônico a bela e instável Lavínia, mulher do pastor Ernani. Mas, em um lugar onde honra se lava com sangue, Cauby não imaginava que acabaria envolvido em um drama imprevisível, fazendo com que ele perdesse o controle da própria vida.

Cone Sul: Subte-Polska (2015) (100’)
Horário: DOMINGO, DIA 01, ÀS 22H
Direção: Alejandro Magnone
Classificação: 14 anos

Sinopse: Em sua estreia como diretor, Alejandro Magnone se inspirou nas memórias de exilados chegados à Argentina depois da 2ª Guerra Mundial. Estrelado por Héctor Bidonde, Manuel Callau e Lidia Catalano, o filme conta a história de Tadeusz (Héctor Bidonde), um ex-combatente da guerra civil espanhola e aficionado por xadrez, hoje com 90 anos, e com dificuldades para distinguir passado e presente em seu cotidiano.

Cone Sul: Família Rodante (2005) (99’)
Horário: DOMINGO, DIA 25, ÀS 22H
Direção: Pablo Trapero 
Classificação: 12 anos

Sinopse: Em seu terceiro longa, o diretor argentino Pablo Trapero busca inspiração nas memórias de infância – e escalou inclusive a própria avó, Graciana Chironi, como protagonista – para produzir um road movie que acompanha a viagem de uma família de Buenos Aires por mais de mil quilômetros de estrada até a fronteira com o Brasil.

No dia de seu aniversário de 84 anos, Emilia (Graciana Chironi) reúne toda a família para um jantar de comemoração em sua casa, em Buenos Aires. É quando ela recebe um telefonema de Currientes, sua cidade-natal, na fronteira com o Brasil, com um convite para ser madrinha de casamento de uma sobrinha que nem conhece. Emocionada, a matriarca repassa o convite a toda a família. Eles decidem, então, ir até lá em um trailer construído em cima de um velho Chevrolet Viking 56. Durante a viagem, as quatro gerações convivem com seus sonhos, frustrações, desejos e dúvidas.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.