Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 18 a 24 de junho

Share:

Filmes em destaque na programação do Canal Brasil. (Imagem: Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 18 a 24 de junho.

Baía dos Pesadelos (2017) (73’)
Horário: SEGUNDA, DIA 18, ÀS 22H
INÉDITO E EXCLUSIVO
Apresentação: Amir Labaki
Direção: Alexandre Bouchet
Classificação: Livre

Sinopse: O documentário de Alexandre Bouchet passeia de barco por esse encantador encontro do mar com a foz de diversos rios cariocas para entender os efeitos da contaminação em massa. O filme parte dos depoimentos de gente familiarizada com o cotidiano da Baía de Guanabara para mostrar os muitos problemas da região. O biólogo Mario Moscatelli sobrevoa, há décadas, os 150 quilômetros de praias e ilhas pelos quais a baía se estende. Suas gravações denunciam um cenário alarmante sobre a situação da enseada, cercada por lixões a céu aberto sem qualquer tipo de tratamento para os resíduos. Há ocupação desordenada das margens, contaminação do solo e esgoto despejado sem o devido trato. Catadores de lixo apontam a mortandade anormal de peixes, pescadores confessam a dificuldade recente para tirar o sustento das águas e velejadoras olímpicas narram os percalços para treinar em alto nível em meio a pedaços de plásticos e objetos diversos encontrados aleatoriamente pelo caminho.

Seleção Brasileira – Pelé – O Nascimento de Uma Lenda (2017) (108’)
Horário: TERÇA, DIA 19, ÀS 22H
Direção: Jeff Zimbalist e Michael Zimbalist
Classificação: 10 anos

Sinopse: Há praticamente nenhum consenso quando o assunto é futebol. Pelé, no entanto, é uma exceção a essa regra. O ídolo da camisa 10 do Santos e da Seleção Brasileira é considerado internacionalmente como o melhor jogador de todos os tempos e tido como o maior atleta do século passado. A trajetória do futebolista foi tema de documentários, como Pelé Eterno (2004) e Pelé: O Rei Desconhecido (2017) – ambos já exibidos pelo Canal Brasil –, e agora é dramatizada pelo olhar dos cineastas americanos Jeff Zimbalist e Michael Zimbalist. A produção traz Seu Jorge, Mariana Nunes, Leonardo Lima Carvalho, Kevin de Paula e Vicente D’Onofrio no elenco.

O Homem que Desafiou o Diabo (2007) (106’)
Horário: QUARTA, DIA 20, ÀS 22H
Direção: Moacyr Góes
Classificação: 14 anos

Sinopse: Zé Araújo (Marcos Palmeira) é um homem boêmio, que gosta de frequentar cabarés e ouvir cantadores de viola. Após tirar a virgindade de uma turca, ele é obrigado pelo pai dela a se casar. Durante anos Zé passa por seguidas humilhações, provocadas por sua esposa. Um dia, ao ouvir uma piada sobre sua situação, ele se revolta, destrói o armazém do sogro e ainda dá uma surra na esposa. Ao terminar ele monta em seu cavalo e parte sem destino, decidido a ter uma vida de aventuras. A partir deste dia Zé Araújo passa a ser conhecido como Ojuara, enfrentando inimigos e vivendo situações inusitadas.

Beira-Mar (2015) (84’)
Horário: QUINTA, DIA 21, ÀS 20H
Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon
Classificação: 14 anos

Sinopse: “Beira-mar” retrata um fim de semana na vida dos adolescentes Martin (Mateus Almada) e Tomaz (Maurício José Barcellos), que se isolam numa casa em Capão da Canoa, no Rio Grande do Sul, onde um deles precisa resolver pendências familiares. O período de confinamento é suficiente para que ambos atravessem um importante processo de descoberta sexual.

Não se Preocupe, Nada Vai dar Certo (2011) (99’)
Horário: SEXTA, DIA 22, ÀS 15H45
Direção: Hugo Carvana
Classificação: 12 anos

Sinopse: Venceslau Velasco (Gregorio Duvivier) é um ator que abdicou da vida de fama das novelas e da televisão no Rio de Janeiro para montar seus espetáculos de comédia em modestos tablados pelo Brasil. Seu número é um texto sobre as peripécias do pai, Ramon (Tarcísio Meira), um picareta profissional sempre empenhado em transformar o mundo em um palco para suas cenas – seu principal bordão dá o nome ao filme, e ele o repete frequentemente. A relação entre eles é conflituosa, e o filho é frequentemente afetado pelos constantes trambiques do pai, sempre fugindo de alguma situação perigosa. Sua última traquinagem foi organizar apostas em uma rinha de galos e fugir com o dinheiro dos frequentadores após uma batida policial. Com medo de ser preso, ele foge e chantageia o rapaz a ir ao seu lado.

Gabriel e a Montanha (2017) (131’)
Horário: SÁBADO, DIA 23, ÀS 22H
Direção: Fellipe Barbosa
Classificação: 12 anos

Sinopse: Baseado em uma história real, o filme narra o último ano de vida de Gabriel Buchmann, amigo de infância do diretor Felipe Barbosa, morto em 2009 aos 28 anos. Gabriel estava com viagem marcada para começar um doutorado em políticas públicas para países em desenvolvimento em uma prestigiada universidade americana. Antes da teoria, no entanto, ele decidiu fazer uma pesquisa de campo para entender os dilemas dessas nações e, para isso, percorreu 26 estados do Sudeste Asiático, Oriente Médio e da África. Antes de voltar ao Brasil, seu último objetivo era alcançar o topo do monte Mulanje, no Malawi.

A retrospectiva dos momentos finais da vida do protagonista traz apenas dois atores profissionais – além de João Pedro Zappa (Gabriel), Caroline Abras (Cristina) vive a namorada do retratado. Todos os demais papeis da obra são interpretados por pessoas cujas trajetórias se cruzaram com a do personagem principal durante os últimos 70 dias de sua jornada pela África. O roteiro foi montado a partir das últimas cartas enviadas pelo economista, fotos encontradas em sua câmera e da memória de quem teve a oportunidade de cruzar seu caminho.

Zona Sur (2010) (108’)
Horário: DOMINGO, DIA 24, ÀS 22H
Direção: Juan Carlos Valdivia
Classificação: 16 anos

Sinopse: A obra é inteiramente rodada em uma casa de alto luxo da zona sul da La Paz, capital boliviana, uma área nobre da cidade. A residência é comandada com mão de ferro por Carola (Ninón Del Castillo), uma mulher da alta sociedade local, sempre preocupada em manter a aparências de ser a matriarca de uma família perfeita. Elegante, bonita e exigente, a socialite cria os três filhos com alguma distinção, sendo sempre mais dura com Bernarda (Mariana Vargas) e utilizando um tom mais brando com Patricio (Juan Pablo Koria) e com o pequeno Andy (Nicolas Fernandez). O domicílio também é moradia de Wilson (Pascual Loayza) e Marcelina (Viviana Condori), dois funcionários indígenas de origem Aymará prontos a servir os rígidos padrões de qualidade da chefe no cotidiano repleto de eventos entre amigos ricos e poderosos.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.