Home Top Ad

Investigação Discovery estreia a série inédita "People Magazine: Por Dentro das Seitas"

Share:

(Imagem/Divulgação ID)
A partir desta sexta-feira, 28 de setembro, às 23h05, o Investigação Discovery adentra o universo sombrio de seitas que arrebanharam adeptos antes de se revelarem organizações criminosas agindo em nome da fé.

Em PEOPLE MAGAZINE: POR DENTRO DAS SEITAS (People Magazine Investigates: Inside Cults), série em seis episódios, o canal narra os bastidores de organizações de cunho religioso que acabaram por render material às páginas policiais: são histórias macabras e violentas contadas pelas palavras daqueles que vivenciaram os acontecimentos. Também participam jornalistas da revista People que trabalharam nas coberturas de cada caso.

Os depoimentos de ex-fieis e familiares dos envolvidos demonstram como falsos gurus reuniram seus séquitos e, a partir de táticas obscuras, criaram vínculos obsessivos. São pessoas comuns que, em busca de experiência transcendental, encontraram-se presas a tramas de abusos e manipulações.

Cada episódio de uma hora tem como foco uma seita e recapitula as respectivas histórias desde os bons tempos às investigações: do surgimento, quando os ideais religiosos pareciam ser a grande prioridade, à completa derrocada de valores e princípios. Imagens de arquivo, entre fotos e vídeos, demonstram o envolvimento dos fieis e as táticas de convencimento desenvolvidas por líderes que levariam a sede de poder às últimas consequências.

Na estreia, PEOPLE MAGAZINE: POR DENTRO DAS SEITAS elege o caso da Word of Life Christian Church (Igreja Cristã Palavra da Vida, em tradução livre). Em 11 de outubro de 2015, dois adolescentes – os irmãos Lucas e Christopher Leonard – foram espancados por mais de dez horas, dentro das instalações da igreja, em uma extensa sessão de tortura da qual participaram os próprios pais dos dois. Kristel Leonard, irmã de ambos, conta à série como sua família foi absorta nesta rotina de rituais violentos.

“Quando comecei a apurar este caso, jamais imaginei o quão horrível seria o desfecho” afirma Chris Harris, repórter responsável pela matéria que revelou as entranhas da Word of Life.  

Nathan Ames, outro sobrevivente, conta como a suposta cura do câncer de sua mãe teria repercutido na comunidade como prova irrefutável dos poderes de Jerry Irwin, o líder que dividia os poderes com seus próprios familiares. Gravações em áudio e vídeo revelam a escalada de agressividade dentro da igreja e nas falas dos Irwin, até que, depois de um culto dominical, os adolescentes Lucas e Christopher viraram alvos de um ritual macabro de tortura e humilhação.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.