Home Top Ad

Documentário sobre diva da música porto-riquenha estreia nesta quinta na TV Brasil

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
A TV Brasil estreia o documentário "Cartas de Amor para um Ícone" sobre a cantora porto-riquenha Lucecita Benítez nesta quinta (25), às 23h45, na sessão DOCTV América Latina VI. Dirigido pela cineasta Gisela Rosario Ramos, o longa é costurado a partir de dezenas de entrevistas com fãs da artista que conduzem o filme.
 
Devido ao poder de sua voz e seu talento interpretativo incomparável, Lucecita Benítez é considerada a voz nacional de Porto Rico. Ao mesmo tempo, por causa de sua ideologia política, ela é conhecida como uma artista controversa. Vítima de um veto nacional, a diva teve sua presença proibida nas rádios e nas emissoras de televisão do país.
 
Apesar disso, seus fãs a seguem apaixonadamente, compram seus discos e viajam para seus shows. Eles são os narradores neste documentário inédito sobre a vida de Lucecita. Através de suas histórias, demonstram a magnitude da admiração que sentem por ela.
 
Durante a produção, alguns fãs mostram recortes de jornais e revistas. Em depoimentos emocionantes, outros revelam que mantêm memorabilia de registros como figurinos que a homenageada usou apenas uma vez. Mesmo hoje, aos 76 anos, Lucecita é uma parte vital da vida dessas pessoas e elas estão dispostas a colocar seu amor à prova.
 
Faixa com documentários da América Latina sobre música 
 
O DOCTV América Latina VI reúne 16 documentários que revelam como a música pode ser geradora de identidade. Os filmes selecionados contemplam relatos de experiências e histórias associadas à realidade do acervo musical dos países que participam da Rede DOCTV. As produções inéditas apresentam uma visão original sobre situações e manifestações da diversidade cultural de cada nação.
 
O objetivo é contribuir para integração cultural, social e econômica do continente. A iniciativa pretende estimular a coprodução e a circulação de documentários latino-americanos e criar pontes que promovam o intercâmbio na região. A proposta incentiva, ainda, a implementação de políticas públicas de fomento à produção e difusão de documentários e a divulgação dessa produção no mercado mundial.
 
A nova mostra em cartaz na emissora pública às quintas completa a programação da TV Brasil dedicada à sétima arte com obras internacionais. As tramas estrangeiras já têm vez no Cine Mundial, às segundas; sucessos brasileiros são exibidos no Cine Nacional, às terças; e clássicos da comédia divertem o público no Cine Mazzaropi, às quartas; sempre em mesmo horário, às 23h45.
 
Brasil teve recorde de inscritos: documentário nacional está previsto para dezembro
 
Com direção de Águeda Amaral, o projeto "No Gargalo do Samba", da Cabelo Duro Produções, foi o vencedor brasileiro da convocatória. Previsto para ir ao ar no dia 6 de dezembro, o documentário nacional vai abordar a vida e a obra do músico Nereu Gargalo, integrante do Trio Mocotó, banda de samba-rock formada nos anos 1960 em São Paulo.
 
A chamada despertou o interesse de 488 diretores e produtores dos países da região que apresentaram abordagens variadas sobre o tema "A Música". O concurso recebeu 171 inscrições do Brasil, país que teve a maior quantidade de inscritos no DOCTV América Latina VI. 
 
Neste ano, a seleção internacional abrange Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai.
 
Os documentários inéditos serão exibidos na mesma semana nos canais de televisão públicos integrantes da rede. O Programa DOCTV inova ao garantir a produção, a exibição e a promoção dos conteúdos nas televisões que aderiram à rede internacional que, no país, é representada pela TV Brasil.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.