Home Top Ad

MTV registra a sua maior audiência do ano no Brasil e América Latina

Share:

Imagem/Reprodução
A MTV anuncia hoje o maior pico de audiência do ano em importantes mercados da América Latina: Brasil, México e Argentina. No Brasil, os maiores níveis de audiência do ano foram registrados em três importantes targets 18-24, 25-34 e 35-49. Em outubro, a MTV Brasil ficou entre os 10 canais de maior audiência entre jovens de 18 a 24 anos. Em sua 3ª temporada, o programa 'De Férias com o Ex' Brasil continua sendo o maior hit do canal, levando a MTV ao 1º lugar em audiência no 18-34 durante a exibição dos episódios inéditos.

No México, o canal está entre os canais TOP 10 mais assistidos por jovens de 18 a 24 anos, aumentando seu desempenho em 51% em relação à média do ano anterior para se tornar o canal # 8 entre o público. Outubro também registrou o melhor desempenho do ano para a MTV da Argentina, que se tornou o canal de TV musical nº1 no país.

Tiago Worcman, Vice-Presidente Sênior e Gerente de Marca da MTV para a América Latina e Brasil, comentou: "Temos orgulho de apresentar os melhores resultados de audiência para a MTV no ano. O crescimento contínuo do público reforça nossa posição como a marca de jovens nº1 na região e nos capacita a continuar a oferecer aos nossos fãs uma excelente curadoria, com conteúdo irreverente e inovador"

Este ótimo desempenho da MTV no ano se deve à forte estratégia de conteúdo local original para o Brasil e México e musical para a Argentina. A nova produção local 'La Venganza de los Ex' é o maior sucesso de rating do ano para a MTV no México depois de 'Acapulco Shore', uma vez que excedeu a média do canal em 183% no target 18-24.

Na Argentina, o desempenho do canal foi impulsionado fortemente pela nova estratégia de programação musical que estreou em maio de 2018, com uma curadoria do melhor da música local e global. O canal registrou a maior audiência do ano em três targets: 18-24, 25- 34 e 35-49, subindo oito posições no ranking em relação ao mês anterior e triplicando seu desempenho vs. 2017.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.