Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 25 de fevereiro a 03 de março

Share:

FOTO: Divulgação Canal Brasil
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 25 de fevereiro a 03 de março.

As Pastoras – Vozes Femininas Do Samba (2018)(74’)
Horário: SEGUNDA, DIA 25, ÀS 18H
INÉDITO e EXCLUSIVO 
Direção: Juliana Chagas
Classificação: 10 anos

Sinopse: Antes do samba se tornar um negócio milionário, o canto de terreiro movia as agremiações e unia as comunidades em busca das melhores composições. Neste cenário, as pastoras ganharam força nas escolas, sendo elas as responsáveis por entoar os cânticos preferidos e decretar a canção vencedora. Com o passar dos anos, este ritual foi se perdendo e dando lugar às disputas políticas nas quadras. O documentário de Juliana Chagas passeia pela história de vozes femininas que mantém esta prática na Velha Guarda da Portela e destaca a representatividade da mulher em um meio reconhecidamente dominado por homens.

O longa-metragem caminha por depoimentos de Iranete Ferreira Barcellos, a tia Surica, intérprete de Memórias de um Sargento de Milícias, de Paulinho da Viola, no desfile de 1966 e célebre integrante da “Majestade do Samba”; Neide Sant’anna, filha de Chico Sant’anna, compositor símbolo da agremiação; Áurea Maria, filha de Manacéa, lenda da Música Popular Brasileira; e Jane Carla, afilhada de Dona Jurema, histórica baiana da azul e branco de Madureira. Engendrando a narrativa, a cineasta caminha pelos eventos que movem uma escola durante o ano, como a feijoada, ensaio técnico, desfile e a tão temida apuração. Tal percurso serve para salientar a importância das vozes femininas como guias espirituais de toda uma comunidade.

Sequestro Relâmpago (2018)(85’)
Horário: TERÇA, DIA 26, ÀS 22H
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Direção: Tata Amaral
Classificação: 16 anos

Sinopse: Depois de uma semana de trabalho, Isabel (Marina Ruy Barbosa) encontra com as amigas em um bar. Pouco tempo depois de chegar, ela recebe uma mensagem de um rapaz com quem com quem ela saiu algumas vezes e a convida para um encontro. No caminho para o carro, no entanto, ela é abordada por Matheus (Sidney Santiago) e Japonês (Daniel Rocha), criminosos em busca de uma presa para um sequestro relâmpago. A intenção dos comparsas é levar a moça até um caixa eletrônico e limpar a conta bancária dela. O horário, no entanto, não permite mais grandes e os bandidos decidem mantê-la como refém até a manhã do dia seguinte.

A Repartição Do Tempo (2016) (110’)
Horário: QUARTA, DIA 27, ÀS 22H
Direção: Santiago Dellape
Classificação: 16 anos

Sinopse: Ambientado em Brasília na década de 1980, o roteiro de A Repartição do Tempo mostra o cotidiano do Registro de Patentes e Invenções (Repi), órgão responsável por emitir títulos das mais malucas criações. O local é uma típica repartição pública, com funcionários desestimulados, alto nível de burocracia e grande morosidade nos processos. O lugar onde trabalham Jonas (Edu Moraes), Carol (Bianca Müller) e Zé (André Deca) é chefiado por Lisboa (Eucir de Souza), um homem sem qualificação para o cargo e colocado ali exclusivamente por ser filho de uma poderosa senadora (Selma Egrei). Dois acontecimentos, no entanto, alteram a rotina da autarquia. O maluco Dr. Brasil (Tonico Pereira) leva uma máquina do tempo desacreditada por todos, mas que prova ser revolucionária. Além disso, o escritório vira capa de uma importante revista sendo apontado como a pior filial do Repi no país.

Estômago (2008) (112’)
Horário: QUINTA, DIA 28, ÀS 22H
Direção: Marcos Jorge
Classificação: 16 anos

Sinopse: Raimundo Nonato (João Miguel) mudou-se para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Trabalhando como faxineiro em um bar, ele descobre que seu talento é mesmo na cozinha. Raimundo transforma o bar em um sucesso e acaba sendo contratado para trabalhar em um restaurante italiano da região como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que agora tem uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor, a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).

Motorrad (2018) (92’)
Horário: SEXTA, DIA 01, ÀS 22H
Direção: Vicente Amorim
Classificação: 16 anos

Sinopse: Um dos grandes desejos de Hugo (Guilherme Prates) é fazer parte do grupo de motocross do irmão mais velho, Ricardo (Emilio Dantas). Decidido, ele rouba algumas peças para montar sua moto. Quando consegue o feito, ele encontra com a turma do irmão em uma cachoeira remota. O passeio prometia um cenário paradisíaco, mas acaba ganhando tonalidades de tragédia. Depois de conhecerem Paula (Carla Salles), quatro motoqueiros usando trajes negros da cabeça aos pés, silenciosos, macabros, violentos e de identidade desconhecida começam a perseguir os viajantes sem qualquer razão.

Muitos Homens Num Só (2015) (92’)
Horário: SÁBADO, DIA 02, ÀS 22H
Direção: Mini Kerti 
Classificação: 14 anos

Sinopse: Inspirado na obra de João do Rio, o filme tem como cenário o Rio de Janeiro do início do século XX Dr. Antônio (Vladimir Brichta) ganha notoriedade nas páginas dos jornais graças a seus furtos infalíveis. O larápio usa de múltiplas identidades, que permitem que ele passeie por todas as classes sociais, tendo como alvo a aristocracia carioca. Mas seu golpe preferido é se hospedar nos melhores hotéis da cidade e furtar pertences dos hóspedes. Félix Pacheco (Caio Blat), diretor do recém-inaugurado Gabinete de Identificação, decide pôr um fim às suas manobras, mas ele arrisca tudo quando se envolve com Eva (Alice Braga), uma mulher casada.

Como Nossos Pais (2017) (106’)
Horário: DOMINGO, DIA 03, ÀS 22H
Direção: Laís Bodansky
Classificação: 14 anos

Sinopse: O filme mostra os diversos embates da vida de Rosa (Maria Ribeiro), uma jornalista de 38 anos cheia de conflitos familiares. O casamento com Dado (Paulo Vilhena), um antropólogo imerso em projetos ligados a causas ambientais e indígenas, está prestes a ruir. O trabalho também não lhe traz qualquer prazer e ela amarga um emprego sem perspectivas e méritos enquanto sonha em escrever uma peça de teatro, sua grande paixão profissional. O relacionamento com os pais, divorciados, também é tumultuado; as brigas com a mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), são frequentes, com o pai, Homero (Jorge Mautner), ela tem mais afinidade. O estopim para a crise acontece no momento da descoberta da infidelidade da matriarca e da revelação que seu verdadeiro pai é Roberto Nathan (Herson Capri), um poderoso ministro do governo brasileiro.