Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 15 a 21 de julho

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 15 a 21 de julho.

SEGUNDA-FEIRA, 15 DE JULHO

O Quatrilho (1995) (110’) 
Horário: Segunda, dia 15/7, às 16h
Classificação: 16 anos
Direção: Fabio Barreto

Sinopse: Rio Grande do Sul, 1910. Em uma comunidade rural de imigrantes italianos, dois casais muito amigos se unem para poder sobreviver e decidem morar na mesma casa. Mas o tempo faz com que a esposa (Patricia Pillar) de um (Alexandre Paternost) se interesse pelo marido (Bruno Campos) da outra (Glória Pires), sendo correspondida. Após algum tempo, os dois amantes decidem fugir e recomeçar outra vida, deixando para trás seus parceiros, que viverão uma experiência dramática e constrangedora, mas nem por isto desprovida de romance.

TERÇA-FEIRA, 16 DE JULHO

Alaska (2019) (72’)
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Horário: Terça, dia 16/7, às 18h45
Classificação: 14 anos
Direção: Pedro Novaes

Sinopse: Fernando (Rafael Sieg) perdeu o pai e está voltando para a fazenda da família em Alto Paraíso (GO) para dar um destino à propriedade. Em meio à solidão de sua viagem, ele recebe a ligação de sua antiga namorada, Ana (Bela Carrijo). Dez anos se passaram desde o último encontro entre eles e o contato traz à tona sentimentos confusos. Agora com mais de 30 anos, os dois decidem fazer a travessia em conjunto para dar uma nova oportunidade ao relacionamento. Superada a empolgação inicial cujas melhores lembranças eram rememoradas e uma fuga para o Alaska (EUA) era planejada, o casal tenta lidar com as diferenças que o tempo foi capaz de fortalecer.

QUARTA-FEIRA, 17 DE JULHO 

Tito e os Pássaros (2018) (74’) 
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Horário: Quarta, dia 17/7, às 22h40
Classificação: Livre 
Direção: Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar

Sinopse: Tito (Pedro Henrique) é um menino curioso, filho de Rufus (Matheus Nachtergaele), um inventor frustrado e considerado maluco por tentar construir uma máquina capaz de entender a língua dos pássaros. Segundo o cientista, as aves tiveram papel fundamental na história da sociedade por antecipar guerras e ajudar no desenvolvimento da comunicação. Após um acidente com o aparato, ele é obrigado a se separar da família sem um paradeiro definido. Com saudade do pai, o guri alterna seu cotidiano entre as brincadeiras comuns da idade e o empenho em mostrar o valor do pai fazendo a curiosa engenhoca funcionar. Suas tentativas, no entanto, não alcançam grande sucesso e ele irrita constantemente a mãe, Rosa (Denise Fraga).

QUINTA-FEIRA, 18 DE JULHO

Henfil (2019) (74’)
[É Tudo Verdade]
Horário: Quinta, dia 18, às 18h
Classificação: 12 anos
Direção: Angela Zoé

Sinopse: Angela Zoé assinou a produção executiva de Betinho, a Esperança Equilibrista (2016), documentário sobre o sociólogo Herbert de Souza. Encantada com a história da família, decidiu dissecar, em seu mais recente documentário, a biografia do irmão do ativista pelos direitos humanos, figura de semelhante genialidade, mas de personalidade completamente diferente. Cartunista, jornalista e quadrinista, Henrique de Souza – mais conhecido como Henfil – tem sua trajetória narrada nesta coprodução entre o Canal Brasil e a Documenta Produções premiada como melhor filme, direção, roteiro e montagem no Cine PE em 2018.

SEXTA-FEIRA, 19 DE JULHO

Benzinho (2018) (108’)
INÉDITO E EXCLUSIVO 
Horário: Sexta, dia 19/7, às 22h
Classificação: 12 anos
Direção: Gustavo Pizzi

Sinopse: Primogênito de uma família de classe média, Fernando (Konstantinos Sarris) é arqueiro do time de handball do colégio. Prestes a disputar a partida mais importante de sua vida, ele é convidado para treinar e estudar na Alemanha. A proposta, irrecusável para um garoto que sonha em se tornar jogador profissional, insere Irene (Karine Teles), sua mãe, em uma espiral de sentimentos confusos, um misto de felicidade pelo desejo do filho, mas de tristeza por sua iminente partida. Paralelo a isso, ela precisa lidar com a perspectiva de falência do negócio do marido, Klaus (Otávio Müller), o funcionamento da decadente casa – onde mora com o companheiro e seus outros três – e a dificuldade para gerenciar os bicos feitos com a irmã, Sônia (Adriana Esteves), vítima do comportamento agressivo do marido, Alan (César Troncoso).

SÁBADO, 20 DE JULHO

Loki – Arnaldo Baptista (2009) (122’) [Mês do Rock]
Horário: Sábado, dia 20/7, às 19h
Classificação: Livre
Direção: Paulo Henrique Fontenelle

Sinopse: A história de talento e superação de um dos maiores nomes do rock brasileiro. Arnaldo Baptista tem sua incrível trajetória revelada nesta cinebiografia, dirigida por Paulo Henrique Fontenelle. Produzido, finalizado e distribuído de forma independente pelo Canal Brasil – que, pela primeira vez, assinou a produção de um longa-metragem –, o documentário é embalado por músicas que marcaram época. Depoimentos fortes e imagens raras ilustram a rica e muitas das vezes misteriosa vida do compositor, cantor, baixista e pianista. A narrativa é, ao mesmo tempo, poética, dramática e divertida, costurada com delicadeza por entrevistas emocionantes, enquanto o artista pinta um imenso e emblemático quadro.

DOMINGO, 21DE JULHO

Sonhos e Desejos (2006) (93’)
Horário: Domingo, dia 21, à 0h
Classificação: 16 anos
Direção: Marcelo Santiago

Sinopse: Anos 70. Uma jovem estudante (Mel Lisboa), um professor de literatura (Felipe Camargo) e um guerrilheiro ferido que está sempre com o rosto coberto (Sérgio Marone) são três militantes, que estão confinados em um apartamento em Belo Horizonte. Lá eles confrontam suas opções afetivas e políticas, que envolvem lealdade, traição e desejo.