Home Top Ad

Animal Planet estreia a série "O Aquário"

Share:

Divulgação AP
Ao menos 70% de nosso planeta são cobertos pelos oceanos. O Aquário da Geórgia é uma amostra monumental desse universo submerso, reproduzindo em escala gigantesca as dinâmicas e ecossistemas encontrados na natureza, com o grande objetivo do auxílio na conscientização do público para a preservação dos habitats marinhos.

A partir deste sábado, 28 de setembro, às 19h40, o Animal Planet exibe a série O AQUÁRIO (The Aquarium) e com ela revela os bastidores da administração desse aquário gigantesco, imerso em quase quarenta milhões de litros de água e habitado por mais de 600 espécies – entre peixes, pássaros, moluscos, corais, répteis e mamíferos.

O Aquário da Geórgia é o maior do Ocidente – uma estrutura gigantesca que é utilizada para o compartilhamento de conhecimento sobre a vida marinha, não apenas com o público, mas com organizações dedicadas às fauna e flora marinhas, em constante contato com iniciativas diversas de pesquisa e preservação.

Em O AQUÁRIO, o espectador conhecerá as pessoas que trabalham ali, viabilizando o funcionamento e os diversos projetos dos quais a organização faz parte. As câmeras estarão atentas a todos os detalhes – das tarefas corriqueiras às emergências que fazem parte do dia-a-dia.

Entre as fontes que falam à produção estão especialistas, veterinários e biólogos que dedicam suas carreiras às espécies marinhas; pessoas como Dennis Christen, diretor sênior do setor de mamíferos e pássaros e Chris Coco, diretor sênior da grande área administrativa formada por peixes e invertebrados.

O espectador conhecerá a logística, as alegrias e dramas que fazem parte da rotina desses profissionais, seja dentro das instalações do aquário, ou também nas missões externas, quando eles visitam organizações que compartilham do mesmo interesse maior: preservação do ambiente marinho e de todas as espécies que dele dependem.

No primeiro episódio, Kelly Link, uma das responsáveis pelo setor de peixes e invertebrados, apresenta o espaço Ocean Voyager, recinto com cerca de 24 milhões de litros de água cortado por um túnel por onde os visitantes podem passar a admirar o fundo do mar em uma área com cerca de 3.500 m2.

Uma arraia prenhe faz um exame de ultrassom para avaliação do desenvolvimento dos filhotinhos. É a primeira vez que um animal desses se reproduz no Aquário da Georgia, o que deixa a equipe toda na expectativa – o período de gestação das arraias varia muito, o que quer dizer que os filhotes podem nascer a qualquer momento. 

Tank, a tartaruga marinha com idade em torno dos 35 anos, está prestes a ganhar novos aposentos. Ela chegou ao aquário após ser resgatada com ferimentos graves em virtude de um ataque de tubarão. Hoje, a espécie é considerada em ameaça de extinção.

Dennis Christen viaja à África do Sul para uma missão junto a uma organização sul-africana que resgata e reabilita pinguins para depois devolvê-los à natureza – são mais de 2,5 mil aves atendidas por ano. A parceria tem como grande objetivo a troca de conhecimentos sobre a espécie – a cada ano, esses pinguins precisam nadar para mais longe e se expor a perigos maiores em busca de alimento. Muitas vezes, eles competem com os barcos de pesca e acabam feridos.