Home Top Ad

Final do Roda Aí é transmitida ao vivo nesta quarta na RPC

Share:

Imagem/Reprodução
Depois de sete dias intensos de atividades no Roda Aí 2019, trinta e quatro estudantes de comunicação – divididos em grupos – vão apresentar seus projetos nesta quarta-feira (2). A final será ao vivo e transmitida a partir das 19h30 no site da RPC. Organizado pela RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, o Roda Aí é um grande laboratório para alunos de comunicação experimentarem na prática a dinâmica dos negócios ligados à comunicação e suas áreas integradas.

Os participantes conheceram as diferentes áreas da TV, viveram na prática este universo, participaram de palestras, atividades e tiveram mentoria de profissionais da RPC para desenvolvimento de seus trabalhos. Foram várias palestras, mas dois convidados da Rede Globo conquistaram uma atenção especial dos "rodainhos": Dimas Novais, analista de desenvolvimento de conteúdo, falou sobre os anseios contemporâneos e a importância da pesquisa para acompanhar os movimentos sociais; e Gustavo Vitulo, designer de produto, deu um panorama sobre como as metodologias de design thinking ajudam a criar novos negócios e produtos no laboratório de inovação da emissora.

Esta é a sétima edição do projeto, que este ano teve mais de 150 inscritos. Além do desenvolvimento dos estudantes e contato com o mercado de trabalho, a participação no Roda Aí possibilita que os participantes integrem o banco de talentos da RPC e do GRPCOM, o maior grupo de comunicação do Paraná.

Camila Barbieri, produtora do Roda Ai, analisa que o projeto é uma grande oportunidade para os estudantes de comunicação e áreas relacionadas, assim como para a RPC. "É um grande laboratório para os estudantes, que aprendem e experimentam na prática o mercado de trabalho. São universitários que fazem acontecer com a mentoria de grandes profissionais da nossa emissora. É uma troca, pois nós conseguimos identificar talentos no meio do grupo", ressalta Camila.

Marcelo Dias Lopes, diretor de programação da RPC, complementa: "Todo ano, o projeto nos deixa muito felizes. Felizes em ter esse contato com os alunos, em ter a chance de dividir tudo o que fazemos no nosso dia a dia, contar como é feito e, futuramente, em poder ter vários desses participantes do projeto como companheiros nossos", afirma Marcelo.