Home Top Ad

'Grande Círculo' recebe Daniel Alves, capitão da seleção brasileira

Share:

Divulgação Globo
O jogador mais vitorioso da história do futebol mundial nasceu às margens do Rio São Francisco, na Juazeiro famosa pelos versos de "Petrolina Juazeiro", de Jorge de Altinho. A música, aliás, é um dos passatempos preferidos de Daniel Alves, que na infância mirava o sucesso como cantor, e não como jogador de futebol. O capitão da seleção brasileira conta essa e outras histórias no 'Grande Círculo' que vai ao ar neste sábado, dia 26, no SporTV, às 23h45. Além do apresentador, Milton Leite, participam da entrevista a jornalista da Globo e da GloboNews Andréia Sadi, o apresentador Felipe Andreoli, os comentaristas Walter Casagrande e Antero Grecco, da ESPN, e os repórteres Alexandre Lozetti e Guilherme Pereira.

Com 15 anos, Daniel Alves trocou sua cidade natal por Salvador defender o Bahia. Em 2003, foi campeão mundial sub-20 com a seleção, um ano depois de ter se transferido para o Sevilla, da Espanha. De lá, foi para o Barcelona em 2008 e ficou até 2016, quando mudou para Turim, onde atuou pela Juventus. Ficou um ano na Itália e foi para a França, onde defendeu o Paris Saint-Germain antes de retornar ao Brasil para jogar no São Paulo. Até o momento, são 40 troféus levantados, mas ainda há espaço na galeria para o da Copa do Mundo – ele ficou fora da última por causa de uma grave lesão no joelho dois meses antes do Mundial.

"Eu tinha o plano de não estender muito mais (a carreira). Depois lesão, acendeu chama de falar “não vai acabar a carreira sem tentar finalizar”. Como não fui em 2018, tracei este objetivo. Eu gosto de ser desafiado. Não garanto que vou, mas garanto tentar. Enquanto tiver força, vou querer seguir demonstrando que luto pelo meu povo", afirmou Daniel Alves, que canta no programa a música "Deixa a Vida me Levar", de Zeca Pagodinho.