Home Top Ad

Viabilizado pelo Curta!, 'O Paradoxo da Democracia', de Belisário Franca, estreia no Festival do Rio

Share:

Reprodução
O Paradoxo da Democracia”, de Belisário Franca, terá três sessões no Festival do Rio dentro da Mostra Première Brasil Fronteiras. As sessões acontecem hoje, dia 11, às 19h, na Cinemateca do MAM, na quinta-feira; dia 12, às 20h, na Estação NET Rio 3; e na sexta, 13, às 14h, no Instituto Moreira Salles. Todas as sessões contam com ingressos à venda. 

O longa reúne pensadores respeitados em todo o mundo - como Jacques Rancière e J.C. Monedero -, que refletem, junto a pensadores brasileiros, sobre os dilemas que a democracia representativa de massas enfrenta na atualidade. Para o diretor Belisario Franca, “cada espectador poderá se perguntar sobre seus próprios sonhos, impasses e desilusões com a democracia”.  A produção estreia no canal Curta! em 2020.

​Sinopse: Na última década, democracias tão distintas quanto Brasil, Estados Unidos, França, Egito e Ucrânia foram tomadas por protestos de rua que tiveram como elemento unificador a insatisfação com a política tradicional. Governos caíram, pela força ou pela via eleitoral. Ainda assim, a crise continua viva e produzindo resultados que deixam o mundo inteiro perplexo. O documentário busca superar essa perplexidade, com a ajuda de intelectuais e atores políticos como Jacques Rancière, J.C. Monedero, Angela Alonso e Yascha Mounk.​