Home Top Ad

Discovery estreia a série inédita "Caçadores de Pítons"

Share:

Divulgação Discovery
O crescimento desenfreado da população de serpentes píton tornou-se um problema de grandes proporções – ecológico e de saúde pública – para o estado americano da Flórida. Ali, no entorno da região pantanosa do Parque Nacional Everglades, os répteis multiplicam-se, atacam humanos e comprometem o equilíbrio ambiental.

É neste cenário de contenção urgente que entram em cena Dusty Crum e sua equipe, os CAÇADORES DE PÍTONS (Guardians of The Glades). A partir desta quinta-feira, 13 de fevereiro, às 21h15, o Discovery acompanha o trabalho de Dusty no trabalho diário de captura de serpentes constritoras que vêm dizimando populações inteiras de aves, mamíferos e até outros répteis.

Acredita-se que as serpentes, sobretudo a variedade conhecida como píton birmanesa, tenham sido trazidas aos Everglades pelo furacão Andrew, ocorrido em 1992. Um centro de reprodução da espécie foi destruído pela tempestade, liberando os animais do cativeiro. Desde então, a população de cobras só aumenta, fora de controle. Na última década, foi registrado grave declínio de mamíferos, problema diretamente relacionado a esses répteis.

Como medida emergencial, o governo estadual remunera caçadores habilitados e registrados para atuarem na contenção da população de serpentes – que são cada vez mais numerosas e maiores, apesar dos esforços. Esse é o contexto em que Dusty e sua equipe atuam, pensando em estratégias para deter um dos mais eficientes predadores que assola os Everglades sem qualquer concorrência dentro do ecossistema.

Divulgação Discovery
As câmeras acompanham Dusty enquanto ele inventa táticas e cria engenhocas para salvar a diversidade da área pantanosa que chama de lar – e onde caminha sempre com os pés descalços, apanhando as cobras gigantescas com as próprias mãos. Sua equipe é composta pela novata Brittany, seu braço direito e grande conhecedor do pântano Jay, o especialista em vida selvagem Gary, e o especialista em técnicas de sobrevivência Tom.

Apesar do perigo envolvido no trabalho de capturar cobras que chegam a passar dos seis metros de comprimento, Dusty Crum e os CAÇADORES DE PÍTONS entendem que as recompensas financeira e ambiental valem o risco.

No episódio de estreia, a equipe se reúne para mais um dia de caçada. Gary e Brittany vasculham áreas secas enquanto Dusty, Jay e Tom se embrenham no pântano. Os caçadores caminham atentos, com todos os sentidos mobilizados, procurando uma das mais de 300 mil serpentes que os cercam.

Durante a estação de chuvas, a maré alta facilita a locomoção desses répteis predadores e cabe a Dusty detê-los antes que eles se espalhem ainda mais, ameaçando outras espécies em um desequilíbrio que pode ter consequências ecológicas desastrosas.

Depois que as equipes capturam as serpentes, elas são apresentadas aos oficiais do governo já mortas. Tudo é aproveitado: as vísceras viram insumo para um amigo de Dusty que diz fazer um remédio natural a partir delas, o couro é beneficiado e vendido, a carne vira refeição. “Para mim é sempre triste matar esses belos animais, mas penso nas vidas de centenas de presas indefesas, entregues ao desequilíbrio, que serão salvas”, conclui Dusty.