Home Top Ad

Tarsila do Amaral é tema do episódio de estreia da série ‘Matizes do Brasil’ no Canal Curta!

Share:

Divulgação Canal Curat!
Dirigida por Bianca Lenti, “Matizes do Brasil” investiga o processo de criação de algumas das mais importantes pinturas e instalações feitas por grandes artistas brasileiros do modernismo e do período contemporâneo. Dividida em 14 episódios, a série inédita e exclusiva do Canal Curta! vai mostrar trabalhos emblemáticos de nomes como Anna Maria Maiolino, Ernesto Neto, Cildo Meireles, Djanira, Helio Oiticica, Lygia Pape e Tunga. Especialistas, como curadores e críticos de arte, fazem comentários sobre as obras.

A primeira homenageada é Tarsila do Amaral, pintora, desenhista, tradutora e uma das figuras centrais da primeira fase do modernismo brasileiro. Entre suas obras, que bebem na fonte dos artistas plásticos europeus e da arte popular do Brasil, estão “Abaporu” (1928), “A Negra” (1923), “Autorretrato” (1923) e “Antropofagia” (1929). A partir delas, a série discute os traços marcantes e temas como a originalidade nas criações de Tarsila. “Matizes do Brasil” é uma série da Giros Produções, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). A estreia é na Terça das Artes, 31 de março, às 23h30.

Série de Nelson Motta tem episódio sobre o ‘caldeirão musical’ do fim dos anos 1960, no Brasil

Entre 1967 e 1970, o Brasil via o regime militar tomar contornos cada vez mais autoritários. No entanto, essa também foi uma época de intensa ebulição criativa no panorama musical brasileiro. Esse momento da nossa história é retratado em  “O Caldeirão Musical”, episódio inédito da série “101 Canções Que Tocaram o Brasil”, apresentado pelo produtor, jornalista e compositor Nelson Motta, com roteiro escrito em parceria com Pedro Motta Gueiros. Dirigida por Roberto de Oliveira, a série é uma produção original da Rinoceronte para o Curta!.

Entre a placidez da bossa nova e a pulsação do afro-samba, outros ritmos esquentavam o “caldeirão musical”, enquanto novos artistas eram revelados nos famosos festivais de música, como Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil — sem imaginar que se tornariam alguns dos nomes mais importantes da MPB nos anos seguintes.  A exibição é na Segunda da Música, 30 de março, às 23h30.