Home Top Ad

Teodora chega e causa reviravolta na vida de Quinzé em 'Fina Estampa'

Share:

Divulgação TV GLOBO / Alex Carvalho
Menino não tem contato com a mãe. Apesar de falar mal de Teodora para todos, no fundo, ele nunca conseguiu esquecer a mulher. Os beijos dos dois no passado não saem de suas lembranças.
Teodora foi embora do Brasil com Wallace Mu (Dudu Azevedo), lutador de MMA, e está prestes a voltar ao Rio de Janeiro para acompanhar o namorado em uma luta. Quinzé ficou sabendo da notícia e não gostou nada da possibilidade de encontrar novamente Teodora. Mesmo assim, ele não resiste e vai até o hotel onde a ex vai ficar hospedada com Wallace. Os dois trocam olhares e ficam mexidos com o reencontro. 
Quando Teodora está sem a companhia do lutador, Quinzé a aborda e ameaça infernizá-la caso ela não vá embora da cidade. Teodora fica revoltada e com vergonha do escândalo. E ela não vai deixar essa situação sem volta. Teodora e Wallace aparecem na trama a partir de hoje, dia 6.
Esta semana, o público também segue acompanhando a aproximação de Griselda e Renê (Dalton Vigh). Durante as obras no Le Velmont, o chef e a faz-tudo ficam cada vez mais próximos, e ele chega a preparar um jantar para os dois. Com o sexto sentido afiado, Tereza Cristina (Christiane Torloni) liga para o marido bem na hora e fica desconfiada ao ouvir uma voz feminina ao fundo. A situação só se acalma porque Garacy (Paulo Rocha) aparece à procura de Griselda e aceita falar com Tereza Cristina, fingindo ser o responsável pelas obras do restaurante. Guaracy, aliás, tenta mais uma vez abrir seu coração para Griselda, que dá outro fora nele. 
'Fina Estampa’ é uma obra de Aguinaldo Silva, com direção geral e de núcleo de Wolf Maya e direção de Ary Coslov, Claudio Boeckel, Marcelo Travesso, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo.
ENTREVISTA COM CAROLINA DIECKMANN
Como é a Teodora?
Apesar de fazer coisas bem feias, Teodora não é uma vilã. A personagem teve uma curva muito interessante, porque ela começa desprovida de caráter e se modifica com o reencontro desse amor. É muito interessante quando a gente tem um personagem que tem uma curva dramática e não é linear.
Que momento das gravações você lembra com mais carinho?
Eu amei gravar com o Dudu Azevedo. Tinha feito "Três Irmãs" com ele. Foi um reencontro muito feliz. O personagem dele era muito diferente, o meu também. Fazíamos muay thai, ganhamos um corpo para entrar nos personagens. É bem importante quando você consegue modificar a sua rotina e seu corpo em prol de um personagem. Pela Teodora foi o momento que eu fiquei mais musculosa na minha vida.
E o Malvino Salvador, você já o conhecia antes de interpretarem Teodora e Quinzé?
Eu ainda não conhecia o Malvino. Só nos conhecemos na nossa primeira gravação e a cena era justamente um beijo, que seria relembrado durante toda a novela. Tinha que ser um beijo de muita paixão, muita emoção e a gente nem se conhecia. Foi um susto (risos). Foi bom porque a gente já se conheceu nesse turbilhão e depois tivemos muita química para fazer as cenas de emoção. Foi bem legal!
O que você levou da Teodora?
Eu conheci o muay thay por causa da Teodora e é a atividade física que eu mais gosto de fazer até hoje. Todos os personagens que eu faço que apresentam a vaidade como característica, eu acho muito interessante, porque eu não tenho essa vaidade.
O que você achou da volta de Fina Estampa?
Eu fiquei feliz. Obviamente, neste momento toda a felicidade é relativa. Mas é uma boa notícia diante do que pode ser feito. Resguardar e proteger os atores das outras novelas e, ao mesmo tempo, ter uma trama de qualidade sendo exibida. Acho que agora é importante termos momentos de leveza, de alguma alegria, algum divertimento. Eu estou feliz pela volta da novela, mas é uma felicidade diferente. Não é só para se comemorar.