Home Top Ad

TV Brasil reapresenta entrevista de Sidney Magal ao ator Rodolfo Bottino

Share:

Divulgação TV Brasil
O Recordar é TV inédito que a TV Brasil apresenta no sábado (4), às 20h30, resgata um descontraído bate-papo entre o cantor Sidney Magal e o ator Rodolfo Bottino, então apresentador do programa Gema Brasil. Gravado e veiculado pela antiga TVE do Rio de Janeiro, em 2003, o programa combinava gastronomia e entrevista.

À mesa do jantar, o eterno "amante latino" relata sua experiência ao viver na Bahia e relembra o início da carreira, em que interpretava músicas folclóricas brasileiras na Europa. Após estourar no Brasil em programas de auditório nos anos setenta e oitenta, tornou-se um dos ícones da década de 1990 com a explosão da lambada e a sua música “Me Chama que eu Vou”, tema da novela “Rainha da Sucata”.

O cantor relata como foi sua passagem pelo teatro, quando se apresentou ao lado de Ewerton de Castro e outros grandes nomes da dramaturgia. No musical "Charity Meu Amor" (1993), com direção de Marília Pêra, Magal interpretou um presidiário e contracenou com Aloísio de Abreu.

"O presidiário chega para ele (Aloísio) e diz 'Quem é você? E o que você quer?', muito sério", relembra Magal. "E ele vira para mim e diz 'Quero vê-lo sorrir, quero vê-lo dançar, quero ver o seu corpo dançar sem parar'", para risos gerais.

Como ator, Magal ainda trabalhou com Bibi Ferreira, Miguel Falabella, Bruno Barreto e muitos outros.

Conhecido por emplacar hits que misturam música cigana, brega e lambada, o cantor e compositor Sidney Magal ficou imortalizado com sucessos como “Sandra Rosa Madalena” e “O Meu Sangue Ferve por Você”.

Em sua terceira temporada e apresentado pela jornalista Katy Navarro, o Recordar é TV leva ao telespectador momentos importantes da televisão brasileira. Os registros feitos na época da TVE do Rio de Janeiro hoje integram o acervo da TV Brasil. O programa revisita shows, entrevistas, matérias jornalísticas, musicais e programas de teledramaturgia.