Home Top Ad

Canal Brasil comemora os 75 anos de Luiz Carlos Lacerda, o Bigode

Share:

Divulgação Canal Brasil
Luiz Carlos Lacerda, o Bigode, completa 75 anos e ganha homenagem do Canal Brasil, que lança seu novo longa, “O que seria deste mundo sem paixão?”, direto no VoD. Ainda inédito nos cinemas, o filme estará disponível a partir desta sexta, 5 de junho, nas operadoras NOW, Vivo Play e Oi Play.

A comemoração continua no dia 15 de julho, data de seu aniversário, com uma retrospectiva especial de filmes que marcaram sua carreira, com mais quatro longas além do inédito “O que seria deste mundo sem paixão?”. Já no dia 21, estreia a série inédita e exclusiva do cineasta “Rua do sobe e desce, número que desaparece”, com Fernanda Vasconcellos e André Arteche no elenco.

Com direção e roteiro de Bigode, “O que seria deste mundo sem paixão?” é uma coprodução do Canal Brasil, em parceria com a produtora Matinê Filmes, do cineasta, e com Cavi Borges, da Cavídeo. O filme participou do Festival Internacional de Cinema do Rio, da Bienal Internacional de Arte de Curitiba e do Festival do Audiovisual Aruanda, João Pessoa/PB e o cineasta revela a expectativa com a chegada ao VoD: “Chegou o momento de lançá-lo para um público que escolhe o que quer ver. Depois de três anos ouvindo promessas de distribuidoras e com experiências muito positivas nestes festivais, veio a epidemia. Além de estarmos sem perspectivas otimistas quanto ao futuro do cinema brasileiro e mesmo da permanência do circuito exibidor convencional”.

O drama é o quinto filme do diretor baseado na obra do escritor mineiro Lúcio Cardoso (1912-1968). Os demais são: “O enfeitiçado”, “Mãos vazias”, “A mulher de longe” e “Introdução à Música do sangue”.

“O que seria deste mundo sem paixão?” - cujo título é uma frase do romance Crônica da Casa Assassinada, publicado em diversos países - mostra o encontro dos fantasmas do romancista e do poeta surrealista Murilo Mendes (1901-1975) perseguidos por seus personagens que querem mudar suas histórias. No filme, interpretados, respectivamente, por Armando Babaioff e Saulo Arcoverde. Marcados por uma forte amizade, eles conversam sobre literatura como pretexto para ouvirem de seus personagens as contradições de seus pensamentos e de seus conceitos sobre a arte. O elenco conta ainda com Paula Burlamaqui, Eriberto Leão, Tonico Pereira, Eron Cordeiro, Natália Lage e Carla Daniel.

Depois da estreia no VoD, o longa chega à TV na “Mostra Luis Carlos Lacerda – 75 Anos”. O especial começa no dia 15 de julho, data em que Bigode completa mais um ano de vida, e vai até 12 de agosto. Ao todo, são cinco filmes, que vão ao ar toda quarta à noite, às 23h45. A cinebiografia “Leila Diniz” abre a homenagem no dia 15, estrelada por Louise Cardoso, Marieta Severo, Tony Ramos, Antonio Fagundes, entre outros. No dia 22, tem dobradinha com “Nelson Filma: Trajetória” e “O princípio do prazer”. Já no dia 29, é a vez de relembrar as atuações de Betty Faria, José Wilker, Ney Latorraca e grande elenco em “For all: O trampolim da vitória”. O próximo filme do especial é “Introdução à música do sangue”, destaque de 5 de agosto. “O que seria deste mundo sem paixão?” fecha a mostra no dia 12 de agosto.

No dia 21 de julho, às 20h45, chega ao Canal Brasil a série inédita e exclusiva “Rua do sobe e desce, número que desaparece”, com dois episódios exibidos em sequência. Dirigida e roteirizada por Bigode, a produção conta com Fernanda Vasconcellos e André Arteche no elenco e mostra o cotidiano de dois amigos em busca da felicidade no amor e no trabalho. Claudia (Fernanda Vasconcellos) se mudou recentemente para o prédio de Lourenço (André Arteche), e logo se tornaram amigos e confidentes. Ela é uma aeromoça com uma escala frequente de voos e passa a maior parte do tempo viajando. Ele é um diretor de teatro ansioso com a estreia de uma nova peça. No entanto, quando estão em casa, se tornam inseparáveis e passam a participar ativamente da vida um do outro. Com seis episódios, a série é cheia de poesia e traz obras e referências de Antonio Botto, Manuel Bandeira, Walmir Ayala, Lucio Cardoso, entre outros.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.